NOTA! Este site utiliza cookies e tecnologias similares.

Se não alterar as configurações do seu navegador, está a concordar com a sua utilização.

Compreendo

Tribunal arbitral julgará conflitos com a Telecom

sexta-feira, 04 dezembro, 1998 /
Centro de Informação de Consumo instalou no Porto mecanismo para tratar e responder às reclamações dos consumidores. A Portugal Telecom assinou um protocolo, a partir do qual o consumidor pode recorrer, desde já e gratuitamente, ao Tribunal Arbitral do Centro de Informação de Consumo e Arbitragem do Porto para a resolução de conflitos de consumo de telecomunicações. Este serviço destina-se apenas aos clientes do concelho do Porto, mas funcionará também em Coimbra e na Figueira da Foz, enquanto os valores das facturas que estão na origem da reclamação não deverão ultrapassar os 500 contos. Segundo a direcção do Centro, prevê-se, para breve, o alargamento do protocolo aos consumidores de toda a Área Metropolitana do Porto. Depois de formalizada a adesão da PT ao Tribunal Arbitral, José Carlos Morgado, director dos Negócios Pessoais da Zona 1 (Norte e Centro) da empresa, explicou ao JN que este é mais umpasso na fidelização do consumidor, que traduz uma aposta no contacto directo com o cliente e no fomento da sua confiança. (...) Por Carla Soares
3,798
Tags
Fixa