NOTA! Este site utiliza cookies e tecnologias similares.

Se não alterar as configurações do seu navegador, está a concordar com a sua utilização.

Compreendo
Tudo o que interessa sobre a Apple na WWDC 2015

Tudo o que interessa sobre a Apple na WWDC 2015

terça-feira, 09 junho, 2015 /
Tudo o que interessa sobre a Apple na WWDC 2015
Apresentamos as novidades mais importantes e relevantes da WWDC 2015.

Ontem foi o primeiro dia de mais uma edição da famosa WWDC (WorldWide Developers Conference) por parte da gigante norte-americana Apple, que decorre entre 8 e 12 de Junho em São Francisco, Estados Unidos.

Foram várias as novidades apresentadas ao público, entre elas o novo sistema operativo móvel Apple iOS 9, uma nova versão do sistema operativo para Mac’s, entre outras notícias de relevo que iremos desde já publicar e analisar em seguida.


Apple iOS 9

Já esperado há algum tempo, foram várias as versões do iOS 8 que apontavam para uma chegada iminente de um novo sistema operativo, e aqui está ele. O iOS 9 traz várias novidades, assim como algumas melhorias em plataformas amplamente usadas nos famosos iPhones e iPads.

Uma das principais novidades centra-se numa personalização do update por dispositivo, permitindo uma optimização bastante mais fiável a cada iPhone e iPad, o que se irá traduzir – espera-se – numa funcionalidade e capacidade de processamento do novo sistema operativo mais responsiva e fluida para cada equipamento.

De seguida, as novidades que o novo software traz em si. Desde já uma nova aplicação direccionada para conteúdo noticioso, a “Apple News”, que irá servir o propósito de actualizar os utilizadores acerca do que se passa pelo mundo fora através de uma extensa base de dados com várias fontes de renome, desde ao New York Times, passando pelo The Verge, Wired entre outras redacções globalmente aclamadas.

NEWS3

Contudo, o principal upgrade que o iOS 9 trará aos dispositivos é relativo à assistente de voz inteligente “Siri”, em que - de acordo com a própria Apple - será 40% mais inteligente e rápida na interacção com o utilizador, permitindo agora a execução de mais aplicações a partir de comandos de voz como encontrar fotografias na galeria com determinda data, vídeos, entre outras ferramentas há muito pedidas pelos utilizadores e que até então não estavam disponíveis.

Siri

Os mapas da Apple também não ficaram de fora. Os mesmos irão incluir rotas de transportes públicos, o que se prevê que irá melhorar bastante o dia-a-dia de quem da aplicação faz uso.

Maps

Outro alvo da Apple foi a pesquisa Spotlight, que de acordo com a empresa está agora mais “proactivo”, inteligente e funcional através da adição de algumas ferramentas úteis como um conversor por exemplo. A ferramenta de pesquisa da Apple também sugerirá contactos, aplicações, notícias, entre outras utilidades que podem ser do interesse de cada utilizador em particular.

Spotlight

A aplicação que se seguiu foram as famosas notas, onde o utilizador poderá a partir da nova actualização, usufruir de novas opções de formatação de texto, inserir imagens, links, assim como executar rascunhos através de ferramentas próprias para o efeito.

Notes

Mais uma alteração especificamente direccionada para iPad constitui a possibilidade de executar duas tarefas em duas janelas em simultâneo no ecrã, à semelhança do que se pode fazer no Windows. Tendo em conta o tamanho geral da tela do iPad, esta funcionalidade serve o propósito de aproveitar isso mesmo, adivinhando-se uma grande utilidade na sua utilização.

ipad

Por fim, foram melhoradas outras aplicações e adicionadas pequenas mudanças. A aplicação “Passbook” passar-se-á a chamar “Wallet”, foi inserida uma nova fonte de texto chamada de “San Francisco” em substituição da “Helvetica Neue”, e a bateria também foi optimizada, permitindo mais cerca de 3 horas de utilização.

Quanto ao lançamento, não foram anunciadas datas específicas. A julgar por lançamentos anteriores, prevê-se que o novo iOS 9 esteja disponível em Setembro, e terá compatibilidade com os seguintes equipamentos: iPhone 4S; iPhone 5; iPhone 5C; iPhone 6; iPhone 6 Plus; iPad 2; iPad 3; iPad 4; iPad Air; iPad Air2; iPad Mini Retina; iPad Mini 3 e iPod Touch 5.


Apple OS X 10.11 ou “El Capitan

A nova versão do sistema operativo para Mac’s centra os seus esforços em dois principais alicerces: performance e experiência de utilização.

Em termos de aplicações propriamente ditas, o Mac OS X El Capitan acrescentou funcionalidades ao seu browser Safari, em que agora o utilizador pode consultar os sites mais frequentados, os links irão ser abertos em novos separadores por predifinição, assim como o som dos separadores abertos poderá ser silenciado com apenas um clique.

O Spotlight também registou algumas alterações, como a busca por lugares através dos mapas ou resultados de desporto, tornando toda a pesquisa mais avançada no cômputo geral. Também a gestão de emails é agora mais simples e ainda mais intuitiva.

A nível de performance, as estatísticas e números apresentados pela empresa da maçã relativamente ao novo sistema operativo são de considerar. Segundo a empresa, o “El Capitan” permitirá uma abertura de aplicações 1.4 vezes mais rápida que o seu antecessor, alternância entre aplicações 2 vezes mais rápida assim como a apresentação de novos emails e, por fim, uma abertura da pré-visualização de PDF’s até 4 vezes mais rápida.

Performance1

Em jeito de conclusão, a Apple apresentou ainda uma nova versão do “Metal for Mac”, um sistema de aceleração de performance especialmente direccionada para o desempenho em jogos e duração de bateria, permitindo uma renderização superior até 50% e uma redução em 40% do uso do processador em jogos/conteúdo gráfico mais exigente.

MetalMac


WatchOS 2

Apesar de recentemente lançado, o Apple Watch também não ficou de lado. A Apple apresentou a nova versão do seu sistema operativo direccionado para a linha dos smartwatches, o WatchOS 2.

Os complementos adicionados a esta nova versão centram-se na possibilidade de ler emails e responder directamente no smartwatch, assim como a presença do Facetime (apenas em aúdio). A assistente pessoal Siri também foi actualizada, acumulando funções de treinadora pessoal, e comandando todas as operações no que respeita ao HealthKit apresentado em Março passado e ao HomeKit, uma aplicação que controla aparelhos domésticos, todos eles agora acessíveis directamente a partir do Apple Watch.

watchOS1


Apple Music

Por fim, uma das maiores novidades a marcar presença na WWDC 2015 corresponde ao novo serviço de música da Apple, a Apple Music, que pretende fazer concorrência a outros serviços bastante populares como o Spotify, Pandora ou o renovado Tidal.

Com disponibilidade a todos os dias da semana e a qualquer hora, o Apple Music pretende oferecer aos utilizadores conteúdo mudical com a melhor qualidade disponível, incluindo rádio. Outro objectivo desde novo serviço é o de aproximar os ouvintes aos artistas, com uma funcionalidade chamada de “Connect” que ligará os utilizadores aos atristas através das redes sociais, o que constitui um boost para outra funcionalidade que o serviço irá providenciar, chamada de “Beats 1”, onde o utilizador poderá escutar notícias e/ou entrevistas dos seus artistas favoritos.

É de salientar que com o Apple Music toda a música estará concentrada no mesmo serviço, não tendo contudo os utilizadores de se preocupar, pois as listas de reprodução/músicas adquiridas não serão perdidas.

Apple Music

2,963