NOTA! Este site utiliza cookies e tecnologias similares.

Se não alterar as configurações do seu navegador, está a concordar com a sua utilização.

Compreendo
Telemóveis e PCs entram em Competição

Telemóveis e PCs entram em Competição

terça-feira, 17 março, 2009 /
O sucesso da Apple com seu iPhone, veio entusiasmar muitas empresas que estão agora a olhar para o negócio dos telemóveis, e a prometer novos dispositivos móveis com todo o poder dos computadores, mas compactado na palma da mão. As mudanças nas empresas de PCs começaram a ocorrer depois que as suas artes e proezas tecnológicas nas últimas duas décadas, deixaram impressionar os consumidores, estes cada vez mais convictos de que os seus computadores de há 3 anos, são adequados e suficientes para as suas tarefas diárias. "A acção é realmente à volta dos smartphones onde todos estão a competir para integrar mais funcionalidades em cada telemóvel", disse Linley Gwennap, um veterano da indústria chip, analista e chefe do Grupo Linley. "Acho que hoje em dia, os PCs são muito aborrecidos." Os novos smartphones prometidos pelas empresas fabricantes de PC, irão benificiar de toda a glória da Internet, do poder das vídeo-conferências bidireccionais e dos filmes de alta definição para televisão, entre outras coisas. É um desenvolvimento que envolve grande competição para as companhias e fabricantes de telemóveis no mercado. A Apple foi a primeira a agitar a indústria, há dois anos atrás com o iPhone. Agora os fabricantes de PCs estão a anunciar planos para os smartphones numa variedade de tamanhos, formas e novidades. Gianfranco Lanci, o principal executivo da Acer, a grande fabricante de PCs sediada em Taiwan, disse na World Mobile Conference em Barcelona. "Estamos apenas a assumir uma outra dimensão." O mercado do smartphone é o nosso caminho natural e uma estratégia a longo prazo", disse. Por sua vez, Dell também trabalhou em protótipos de telemóveis, mas não que se tenha comprometido a fazer um novo produto. E Asustek, a empresa responsável pelos ultra-portateis laptops conhecidos como netbooks, já tem novos smartphones a caminho. Os fornecedores para a indústria de PC, também começaram a passar para o novo mercado. É o caso da Intel para o a fabricante LG que anunciou um acordo para fornecer chpis para novos dispositivos móveis. E Nvidia que também assinou um acordo para fornecer três aparelhos smartphones com o seu novo processador Tegra. "O resurgimento dos smartphones e de coisas como gráficos e imagens 3D não eram importantes quando as empresas construíram este negócio", disse Michael Rayfield, o gerente geral da Nvidia. "Pela primeira vez, existe um grande mercado que muda o que é importante para ele". Com smartphones e computadores a partilhar as mesmas funções, há certamente um medo generalizado entre os fabricantes de PCs que se não entrarem no mundo dos telemoveis, o fabricantes de telemóveis entrarão no mundo dos Pcs. Com efeito, a Nokia, a maior fabricante de telemóveis já colocou a hipotese de entrar no negócio dos PCs . A convergência dos dois dispositivos tem sido desde há muito prevista, mas foi preciso uma confluência de mudanças para que a indústria começasse a sério. "Tem que ser um bom primeiro telemóvel", disse Ed Snyder, analista da Charter Equity Research. "Isto está tão longe dos PC como erguer elefantes".
2,291