NOTA! Este site utiliza cookies e tecnologias similares.

Se não alterar as configurações do seu navegador, está a concordar com a sua utilização.

Compreendo
Relógios inteligentes: o segmento dos smartwatches ainda não tem um standard de indústria

Relógios inteligentes: o segmento dos smartwatches ainda não tem um standard de indústria

quinta-feira, 19 setembro, 2013 /
Relógios inteligentes: o segmento dos smartwatches ainda não tem um standard de indústria

Apesar das várias propostas de relógios inteligentes, esta indústria ainda não apresenta um standard definido, embora a crescente variedade de smartwatches possa vir a ditar o percurso deste segmento de mercado

Provavelmente o conceito de relógio inteligente começou a surgir com mais alguma frequência desde que a Samsung introduziu o Galaxy Gear durante a IFA Berlim 2013, mas a verdade é que este é um conceito que já conta com alguns anos, embora os primeiros dispositivos tenham permanecido relativamente debaixo do radar.

A proposta da Samsung (podem ler aqui a nossa opinião sobre a mesma) chega aos mercados principais já no próximo mês, e espera-se que este mercado venha a ser inundado por propostas de empresas como a Apple, a LG e a Microsoft no decorrer dos próximos meses. A Sony já por cá anda e a Nissan tem na manga uma proposta sua igualmente interessante, mas o perfil deste tipo de dispositivos tornar-se-á muito mais abrangente assim que os monstruosos departamentos de marketing de empresas como a gigante sul-coreana começarem a pôr mãos à obra.

Smartwatches

A título de curiosidade, o Digitimes publicou recentemente uma reportagem onde fez referência à variedade de componentes para relógios inteligentes: processadores, módulos de memória e ecrãs, entre outras, tendem a variar consoante a fabricante, o que sugere que ainda não foi encontrado um standard para esta indústria. Existe, contudo, um ponto comum entre todos eles: o suporte e a inclusão de Bluetooth.

Mesmo com uma presença relativamente variada - Bluetooth 2.1, Bluetooth 3.0 e Bluetooth Low Energy (BLE) -, a expectativa é que o primeiro elemento dos relógios inteligentes a tornar-se standardizado seja o do BLE à medida que mais aparelhos desta categoria vão chegando ao mercado.

Como acha que deveria ser um relógio inteligente? Alguma das actuais propostas vai ao encontro das suas expectativas? Considera adquirir um no futuro? Deixe-nos o seu feedback!

3,636