NOTA! Este site utiliza cookies e tecnologias similares.

Se não alterar as configurações do seu navegador, está a concordar com a sua utilização.

Compreendo
Radiações causam alterações biológicas

Radiações causam alterações biológicas

domingo, 02 dezembro, 2001 /
A eterna problemática das radiações começa a ganhar contornos mais claros. Pode provocar alterações biológicas subtis. Os campos electromagnéticos gerados por telemóveis e televisões não provocam doenças mas causam alterações biológicas subtis que, dependendo da predisposição genética de cada indivíduo, podem afectá-lo.

É certo que a Organização Mundial de Saúde (OMC) ainda não se pronunciou sobre o assunto e nem o fará tão cedo. Só este ano é que a OMS se dedicou a esta delicada questão mas foi avisando que para se obter resultados minimamente conclusivos, só depois de um período de quatro anos para dar tempo de se manifestarem todos os hipotéticos malefícios das radiações.

Foram feitos dois estudos no centro de investigação francês Tecnolab. Um dos estudos revelou que os ratos expostos às radiações apresentavam níveis significativamente superiores de uma substância que origina o stress.

Outro dos testes foi feito com as emissões de radiações, mas nas antenas GSM das operadoras, em auto-estradas e topos de prédios. Aí, as cobaias usadas foram galinhas e apresentam um nível de morte embrionária cinco vezes superior ao normal.

Por estes indicadores facilmente se verifica que o assunto não pode ser tratado de forma leviana. Por muito que os fabricantes tentem escamotear a verdade em nome do avanço tecnológico e, acima de tudo e ainda mais perverso, em nome das vendas, não se pode brincar com a saúde pública. Tal como na situação do tabaco, quando os governos descobrirem que o telemóvel é prejudicial à saúde, então será tarde demais pois as pessoas estarão demasiado dependentes para prescindir deles. Aliás...já não estão?

4,240