NOTA! Este site utiliza cookies e tecnologias similares.

Se não alterar as configurações do seu navegador, está a concordar com a sua utilização.

Compreendo
Quando as opções offline influenciam as necessidades online

Quando as opções offline influenciam as necessidades online

sexta-feira, 07 novembro, 2014 /
Quando as opções offline influenciam as necessidades online

Factores geográficos determinam o consumo offline e online, de acordo com a Tlantic, que prevê que em Portugal o comércio electrónico vai atingir os 49 mil milhões de euros

*Artigo publicado originalmente no iOnline

A relação entre o consumo offline e online está relacionada com factores geográficos, de acordo com a Tlantic, que organizou a conferência de e-commerce 'The Everyday Store' no Porto, no mês passado.

Em comunicado de imprensa, a empresa cita dados de investigações recentes que sugerem que a proximidade do consumidor com uma loja física tem um peso significativo na sua decisão de comprar um produto online.

"Se está longe destes espaços, o consumidor vai necessitar de recorrer a outros veículos de informação que estão, muitas vezes, à distância do seu bolso", comenta David R. Bell, especialista e investigador de comportamento do consumidor da Wharton School, da Universidade da Pensilvânia.

"A logística, o marketing e a informação devem ser os três pilares fundamentais para os processos do retalho. Perante os recursos que os retalhistas possuem - nomeadamente a proliferação de equipamentos tecnológicos móveis com ligação à internet - o sector tem de antecipar os desejos e as expectativas do consumidor e estar onde ele está", comenta Paulo Magalhães, CEO da Tlantic, em comunicado. "A mobilidade é uma das grandes tendências no sector do retalho".

A conferência "The Everywhere Store", que decorreu no Porto no passado mês de Outubro, abordou a temática do retalho mundial. O evento contou com a presença de especialistas na grande distribuição e abordou a relação desta indústria com o sector da tecnologia.

2,739