NOTA! Este site utiliza cookies e tecnologias similares.

Se não alterar as configurações do seu navegador, está a concordar com a sua utilização.

Compreendo
Projecto luso de Alta Definição a 200 km/h

Projecto luso de Alta Definição a 200 km/h

terça, 08 janeiro, 2008 /
WiMAX conjugada com TVDT Ver televisão de alta definição a 200 quilómetros/hora vai ser possível graças a uma plataforma desenvolvida pela Universidade de Aveiro, com 10 parceiros internacionais, num projecto a apresentar dia 19 de Março à Comissão Europeia.

O projecto da plataforma de telecomunicações móvel para terminais em movimento é liderado pelo Instituto de Telecomunicações da Universidade de Aveiro e «consiste num sistema de transmissão de telecomunicações sem fios, que tem por objectivo obter imagens de alta definição a uma velocidade máxima de 200 quilómetros por hora», explicou António Navarro, do instituto, em declarações à Agência Lusa.

A plataforma resulta da junção de duas redes sem fios, a TV digital terrestre e a WiMAX, tendo os emissores um sistema que escolhe a rede com melhor sinal para o envio ininterrupto dos conteúdos de televisão.«Lembrei-me de que podia haver uma associação de duas bandas largas, sem fios, que poderia vir a apresentar resultados significativos em termos de alta definição», adiantou António Navarro.

O projecto foi submetido à Comissão Europeia que o aprovou e financiou com cinco milhões de euros, por ser o primeiro a nível europeu a introduzir esta técnica em redes de difusão.

Segundo António Navarro, a Comissão pretende convencer os operadores a adoptar esta nova plataforma.

«Somos pioneiros na demonstração de alta definição em movimento, que é uma coisa muito difícil de atingir. Para os telemóveis ainda é possível, mas para televisão de alta definição eu não conheço nenhum sistema», adiantou.

Até à data, foram efectuados apenas testes de laboratório mas brevemente vão começar os testes de campo, através de duas antenas, uma na situada na Universidade de Aveiro e outra no edifício da Segurança Social, por ser o mais alto de Aveiro.
3,626