NOTA! Este site utiliza cookies e tecnologias similares.

Se não alterar as configurações do seu navegador, está a concordar com a sua utilização.

Compreendo
Paypal. "Reino Unido, Alemanha e Espanha são os principais mercados de exportação para os produtos portugueses"

Paypal. "Reino Unido, Alemanha e Espanha são os principais mercados de exportação para os produtos portugueses"

sábado, 29 novembro, 2014 /
Paypal. "Reino Unido, Alemanha e Espanha são os principais mercados de exportação para os produtos portugueses"

As conclusões vêm do último relatório da Ipsos, divulgado pelo Paypal, que estudou como os consumidores de todo o mundo compram online e além-fronteiras

*Artigo publicado também no iOnline


O relatório dá como destinos favoritos à exportação de produtos portugueses o Reino Unido, Alemanha e Espanha. O universo de estudo abrangeu 17.500 consumidores de 22 países diferentes, tendo-se focado na sua abordagem ao comércio transfronteiriço - uma área que a Paypal reconhece estar em rápido crescimento e que já se constitui uma área integrante do mundo globalizado.

Os dados prevêem que até 2016 estes três mercados online irão crescer 32% (Reino Unido), 41% (Alemanha) e 43% (Espanha). Em contrapartida, estes também são territórios onde as percentagens de compras no estrangeiro também são elevadas: 42% dos compradores online do Reino Unido já fizeram aquisiçõs transfronteiriças nos últimos 12 anos, seguidos de 40% dos compradores alemães e 63% dos espanhóis inquiridos.

Estes números são particularmente interessantes para que as empresas portuguesas possam expandir os seus negócios a nível internacional, de acordo com o Paypal. "Para as empresas portuguesas é essencial conhecer os corredores comerciais internacionais que impulsionem as suas exportações. Reino Unido, Alemanha e Espanha são os países que compram mais produtos online portugueses", avança Estanis Martin de Nicolás, director geral do Paypal Espanha e Portugal.

"Se queremos triunfar nesses mercados precisaremos ter todas as informações disponíveis sobre os seus hábitos de consumo: porque é que compram fora, quais os produtos mais interessantes, quais são as preocupações sobre o processo de compra, que sistemas de pagamentos utilizam, etc. Com base nessas premissas estaremos prontos a adoptar a estratégia de negócio com as particularidades de cada país", acrescenta.


Factores impulsionadores

No Reino Unido, 45% dos consumidores transfronteiriços afirmam que os baixos preços no online são a principal razão para efectuarem compras. Já na Alemanha e Espanha, 46% dos consumidores transfronteiriços dão mais valor à poupança de tempo nas compras online, conveniência e conforto.

54% de todos os compradores transfronteiriços do Reino Unido e Alemanha concordam que os custos de envio dos produtos podem ser uma barreira para as compras efectuadas num mercado estrangeiro. 41% dos consumidores em Espanha, no entanto, estão mais preocupados com a rapidez da entrega dos produtos.

A segurança nos pagamentos também é um factor eliminatório para os consumidores em Espanha (52%) e Alemanha (43%), que admitem, à luz das conclusões deste estudo, que teriam maior predisposição para realizar compras transfronteiriças se tivessem uma forma segura de pagar. O factor eliminatório mais popular no Reino Unido, para 41% dos consumidores, é o envio gratuito.

No que diz respeito aos métodos de pagamentos mais utilizados, o PayPal merece destaque. Em Espanha, 86% dos inquiridos afirma que usa o PayPal como método de pagamento para as compras transfronteiriças. No caso da Alemanha e Reino Unido, 74% dos compradores transfronteiriços afirmam que o seu método de pagamento preferencial é de igual modo o PayPal, para as transações online a partir de sites de outros países.

“Estos dados confirmam que as empresas que planeiam atrair consumidores internacionais devem contar com um método de pagamentos seguro, cómodo e fiável como o PayPal”, concluí Martín de Nicolás.


4,451