NOTA! Este site utiliza cookies e tecnologias similares.

Se não alterar as configurações do seu navegador, está a concordar com a sua utilização.

Compreendo
NOS. "A Realidade Virtual também vai fazer parte da UMA"

NOS. "A Realidade Virtual também vai fazer parte da UMA"

quarta, 29 junho, 2016 /
NOS. "A Realidade Virtual também vai fazer parte da UMA"

Alexandre Martins é diretor de produto e marketing residencial na NOS. Nesta entrevista explica o que a UMA traz de novo e fala sobre o futuro da televisão.

 

O início de Junho marcou a chegada da UMA, a mais recente oferta televisiva da NOS.

A proposta trouxe uma mensagem clara: a UMA quer ser "a mais avançada e inteligente televisão da Europa e [a] primeira televisão pessoal do mercado".

Parece ambicioso? É porque é mesmo.

Perceber o que a NOS quer dizer com isto, contudo, também o pode ser - e por isso pedi ajuda a Alexandre Martins (na foto acima), diretor de produto e marketing residencial da NOS, para entender o conceito por detrás da UMA.

 

Desafio #1: perceber o que tem a UMA que as outras (televisões) não têm.

NOS: "A Realidade Virtual também vai fazer parte da UMA"

Alexandre Martins: "A UMA consiste na melhor experiência de televisão digital do mercado português. Representa um novo paradigma de navegação e visualização de conteúdos em TV e multidevice. É a melhor e mais inovadora oferta convergente do mercado que alia uma revolucionária experiência de televisão integrada nos melhores pacotes de serviços com velocidades de internet até 200 MB, voz fixa ilimitada e dados móveis abundantes - a que se juntam condições especiais como a oferta de dados móveis para acesso a conteúdos fora de casa através da app NOS TV".

"A UMA é a mais completa e tecnologicamente avançada oferta de televisão em Portugal pela conjugação de vários elementos, dos quais destacamos as mais relevantes para o utilizador".

 

Porquê? O Alexandre deu cinco motivos:

 

  1. A UMA é a televisão que ouve o cliente. Através do comando de voz, o utilizador pode selecionar o canal ou o programa que quer ver sem ter de memorizar a posição na grelha ou os milhares de programas disponíveis.
  2. A UMA é a televisão que conhece o cliente como ninguém. O interface permite a criação de perfis por utilizador, assegurando a personalização rápida e intuitiva dos conteúdos mais relevantes para cada um.
  3. A UMA é a televisão que vai com o cliente para todo o lado – dentro e fora de casa. Toda esta nova experiência, pensada para todos e cada um dos utilizadores, se estende para além da televisão, estando integrada no melhor pacote de serviços convergentes e sendo comum e transparente a todos os ecrãs (smartphone, tablet e PC) com a aplicação NOS TV.
  4. A UMA é a televisão que dá ao cliente todos os detalhes em Ultra HD 4K.
  5. A nova geração de televisão só podia ser UMA.

 

#2. Como se apresenta uma televisão pessoal?

NOS: "A Realidade Virtual também vai fazer parte da UMA"

Alexandre Martins: "A personalização é uma característica central na UMA, sendo possível a cada utilizador criar um perfil com todas as suas preferências e tê-lo disponível em várias plataformas. Desde o primeiro momento de interação do cliente com a UMA que a plataforma vai aprendendo com o padrão de consumo, gostos e preferências. Passa a sugerir os conteúdos mais suscetíveis de lhe interessarem".

"Paralelamente não existem limitações relativamente ao número de perfis criados. É importante sublinhar que o mesmo perfil que o utilizador tem em casa com a televisão é o mesmo que vai encontrar e utilizar em todos os devices (smartphone, tablet, etc) sendo também, deste ponto de vista, uma experiência totalmente convergente. O interface é semelhante ao da box, mas adaptado a cada device disponibilizando a maioria das funcionalidades presentes em casa através da box, como a área "Explorar" do menu principal".


#3. A NOS teve apoio no desenvolvimento da UMA, correto? Quem foram os parceiros?

NOS: "A Realidade Virtual também vai fazer parte da UMA"

Alexandre Martins: "A NOS trabalha com parceiros líderes mundiais nas suas respetivas áreas e neste caso não foi exceção, trabalhando com parceiros como a Nuance Communications, W12 Studios, Espial, Broadroom, ARRIS, Nagra, Microsoft e Tech4Home".

 

#4. Quais são as funcionalidades mais valorizadas pelos clientes?

NOS: "A Realidade Virtual também vai fazer parte da UMA"

Alexandre Martins: "As funcionalidades mais valorizadas pelos clientes são claramente as que a UMA vem dar resposta: a personalização; a forma simples, rápida e intuitiva de pesquisar e navegar numa quantidade de conteúdos cada vez maior; a velocidade na navegação no user interface; e, entre os conteúdos, a melhor qualidade de imagem (UHD 4K) e a disponibilização da televisão com todas as suas funcionalidades fora de casa".

"Funcionalidades menos óbvias como a estética da caixa foram levadas em conta, sendo que a caixa da UMA pode ser colocada sem necessitar de linha de visão direta para aceitar os comandos do controlo remoto, graças à tecnologia de radiofrequência presente no comando - isto significa que a caixa pode ser colocada atrás do ecrã ou num local não visível".

"A NOS está atenta à opinião dos seus clientes e realiza regularmente inquéritos e focus group para aferir as necessidades e funcionalidades mais valorizadas. Além destes estudos a UMA teve também uma fase piloto com cerca de 500 clientes externos e internos".

 

#5. Uma vez que a UMA não traz nenhuma unidade de armazenamento física, como é feita a gestão dos dados?

NOS: "A Realidade Virtual também vai fazer parte da UMA"

Alexandre Martins: "A quota-base de gravações para os clientes da oferta UMA é de 500 horas, o que é bastante mais que a utilização média registada na nossa base de clientes. Ainda assim, para os casos em que as 500 horas não forem suficientes, a oferta UMA contempla a possibilidade de os clientes poderem aceder a um total de 750 ou mesmo 1.000 horas de gravação (sujeito a um tarifário). Será a NOS a assegurar o armazenamento desses dados na sua infraestrutura de última geração".

 

Que diferenças de desempenho são mais notáveis?

 

"A segurança dos dados, pois existe sempre uma salvaguarda, caso exista algum problema com o suporte físico que torne os dados irrecuperáveis (furtos, acidentes domésticos, etc), a possibilidade de gravação em simultâneo de múltiplos canais, a disponibilidade permanente desses conteúdos nos vários devices, uma vez que, pelo facto de se encontrarem na cloud, o acesso não está restringido à box ligada à televisão".

"O consumo energético da box é também muito mais baixo pela ausência de uma unidade de armazenamento física".

 

#6. Como é a televisão do futuro?

NOS: "A Realidade Virtual também vai fazer parte da UMA"

Alexandre Martins: "No futuro os clientes consumirão cada vez mais os conteúdos em vários devices, incluindo tablets, smartphones e outras boxes em casa, exigindo que todos os conteúdos disponíveis estejam acessíveis em todos estes devices".

"Como líder de mercado e de inovação em televisão em Portugal e no Mundo, a NOS está atenta ao que são as tendências de mercado e cliente. A UMA faz parte dessa estratégia na medida em que se trata de uma plataforma de última geração totalmente flexível e com capacidade de evolução futura muito para além do que conhecemos à data de hoje".

 

"Já estamos neste momento a desenvolver as próximas novidades para a UMA, em projetos de inovação de cariz nacional e internacional da NOS Inovação. Adicionalmente, como operador móvel de grande crescimento nos últimos anos em Portugal, a NOS está obviamente atenta ao que é uma convergência cada vez maior entre fixo-móvel, eTV com móvel".

"A UMA é uma vez mais o reflexo dessa tendência já que em paralelo, com um interface TV, a NOS lançou também as novas apps para consumo de TV e conteúdos dentro e fora de casa, em devices móveis com uma experiência totalmente integrada com a experiência TV".

"A NOS Inovação está também a trabalhar em diversos projetos nas áreas de realidade virtual e realidade aumentada, com o objetivo de introduzir novas interfaces de utilizador e experiências de conteúdos mais imersivas. Estas experiências irão fazer parte, num futuro muito próximo, do ecossistema UMA".

 

4,119

Colaborações

MindShaker

O que saber sobre desbloquear o telemóvel?

Por MindShaker | 17 julho 2018

THERENT.ZONE

HTC Vive vs Oculus Rift: qual o melhor equipamento de realidade virtual?

Por THERENT.ZONE | 21 março 2018

eMenuk

Sistema de Menu Digital Para Restaurantes

Por eMenuk | 15 março 2017

Surf Map Portugal

Tecnologia no Surf

Por Surf Map Portugal | 07 março 2017

Colunistas

Lauro Lopes

Como fazer captura de ecrã no Android?

Por Lauro Lopes | 08 agosto 2018

close