NOTA! Este site utiliza cookies e tecnologias similares.

Se não alterar as configurações do seu navegador, está a concordar com a sua utilização.

Compreendo
Motorola deixa controlo de satélites Iridium

Motorola deixa controlo de satélites Iridium

terça-feira, 28 novembro, 2000 /
Enquanto investidores queixam-se da falência do sistema Iridium, a Boeing prepara-se para substituir a Motorola no controlo espacial. Um conjunto de investidores norte-americanos na indústria de satélites acusaram a Motorola e ex-executivos ligados à falência da Iridium LLC de não terem proporcionado hipóteses razoáveis para adquirirem a companhia. A Iridium, o sistema global de satélites, fechou e espera agora um relançamento, depois de um tribunal americano ter aceitado que uma nova empresa - a Iridium Satellite LLC - tomar conta do sistema. Os investidores que ficaram para trás acusam a nova empresa (liderada por Dan Colussy, ex-presidente da Pan American) de actuar desonestamente para obter o controlo do sistema, avaliado entre cinco a sete mil milhões de dólares. A Boeing poderá vir a recuperar o funcionamento do sistema através da Boeing Space, com custos mais baixos - deixando para trás a Motorola que, até agora, com os seus 130 funcionários ainda no activo no posto de controlo dos satélites sediado em Washington DC, gasta mensalmente com o iridium entre 100 a 110 milhões de dólares.
3,087