NOTA! Este site utiliza cookies e tecnologias similares.

Se não alterar as configurações do seu navegador, está a concordar com a sua utilização.

Compreendo
Internet representa 1/5 do movimento originado na rede fixa da PT

Internet representa 1/5 do movimento originado na rede fixa da PT

quinta-feira, 16 março, 2000 /
Internet representa 1/5 do movimento originado na rede fixa da PT O tráfego Internet representou em 1999 quase um quinto (19,5 por cento) do movimento originado na rede fixa da Portugal Telecom. «Lisboa, 15 Mar (Lusa) - O tráfego Internet representou em 1999 quase um quinto (19,5 por cento) do movimento originado na rede fixa da Portugal Telecom, revela o comunicado em que a PT divulgou hoje os seus resultados relativos a 1999. O tráfego de acesso à Internet aumentou 155 por cento entre 1998 e 1999. O movimento da rede fixa aumentou 13,5 por cento e o tráfego telefónico total originado por acesso/dia foi de 9,4 minutos, um aumento de 8,2 por cento face aos números de 1998. O serviço fixo telefónico tinha no final de 1999 cerca de 4,23 milhões de acessos principais, um aumento homólogo (face a 1998) de 2,7 por cento, o que significa um índice de 42,3 linhas principais por 100 habitantes, e o número de acessos digitais (RDIS) ascendeu a 477 mil, representando já 11,3 por cento do total. A Portugal Telecom afirma que em 1999 o pessoal ao serviço da rede fixa se reduziu em mais de 3.400 pessoas e o rácio número de linhas principais por trabalhador subiu para 319, um dos valores mais elevados a nível europeu. As receitas consolidadas de exploração do negócio de rede fixa da PT ascenderam a 420,7 milhões de contos, uma ligeira diminuição de 1,3 por cento face a 1998, o que não impediu que os lucros provenientes desta área subissem 7,8 por cento. A quebra ficou essencialmente a dever-se a uma redução de 5,5 por cento nas receitas específicas do segmento de serviço fixo de telefone, que continua a ser, apesar da diversificação, a principal fonte de proveitos da PT. Todos as outras componentes do negócio fixo - serviços a operadores, soluções empresariais, vendas, listas e "outros" tiveram acréscimos de receitas, com destaque para os serviços a operadores que aumentaram 31,5 por cento, para 37,7 milhões de contos. A PT explica a perda de receitas no serviço fixo de telefone pela "sua componente internacional, onde o crescimento do tráfego não permitiu compensar as fortes descidas nos preços verificadas".»
2,308