NOTA! Este site utiliza cookies e tecnologias similares.

Se não alterar as configurações do seu navegador, está a concordar com a sua utilização.

Compreendo
Google muda políticas de privacidade, críticas crescem

Google muda políticas de privacidade, críticas crescem

quinta-feira, 26 janeiro, 2012 /
Google muda políticas de privacidade, críticas crescem

Google alterou a política de privacidade dos seus serviços. Março é a data em que as novas políticas da Google começam a ser aplicadas.

A Google vai alterar a política de privacidade dos seus serviços. O anúncio da Google foi feito por Alma Whitten, directora de produto, privacidade e engenharia da Google, num post no blogue oficial da empresa em googleblog.blogspost.com.

Alma Whitten escreve que «vamos começar a aplicar a nova política de provacidade que cobre a maioria dos nossos produtos e explicar que informação recolhemos, como a usamos, de uma maneira mais fácil de ler».

Alma Whitten prossegue explicando que «a nossa nova política de privacidade torna claro que, se nos inscrevermos em algum produto da Google, nós podemos combinar todas as informações dadas num serviço com a informação fornecida em outros serviços»

As críticas à nova política de privacidade não se fizeram esperar. Marc Rotenberg, CEO da Electronic Privacy Information Center, manifestou-se preocupado: «estas políticas de privacidade vão baixar a nossa privacidade, e isso foi o que aconteceu com o GMail quando a Google lançou o Google Buzz».

Também James Steyer, presidente da Common Sense Media, explicou ao El País que «o anúncio da Google é frustrante e mete um pouco de medo». As novas políticas de privacidade da Google vão entrar em vigor a partir de dia 1 de Março de 2012.

2,193