NOTA! Este site utiliza cookies e tecnologias similares.

Se não alterar as configurações do seu navegador, está a concordar com a sua utilização.

Compreendo
Google Indoor Maps. Estreia em Portugal traz 49 localizações

Google Indoor Maps. Estreia em Portugal traz 49 localizações

sábado, 17 janeiro, 2015 /
Google Indoor Maps. Estreia em Portugal traz 49 localizações

O serviço inclui localizações como o Palácio da Pena, Palácio Nacional de Sintra, El Corte Inglês e Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto, entre outros

 

 

*Artigo publicado também no iOnline


A Google anunciou hoje a estreia portuguesa do serviço, que permite a visualização de mapas interiores detalhados. O lançamento em Portugal contou com a colaboração de parceiros da Google, que permitiram implementar a funcionalidade em estações de transportes públicos (metro e comboio), bem como em museus, centros comerciais e palácios, entre outros espaços nacionais.

« O Google Indoor Maps é mais uma forma de a Parques de Sintra dar a conhecer o património sob a sua gestão ao máximo de pessoas possível em todo o mundo », comenta Pedro Trocado, coordenador de projectos tecnológicos da Parques de Sintra.

« O potencial da utilização das plantas da FEUP pelos visitantes e estudantes é muito rleevante. Ajuda também as pessoas com mobilidade reduzida. Plantas específicas para pessoas com mobilidade reduzida também foram acrescentadas num complemento à nossa política institucional em termos de acessibilidades », afirma João Falcão e Cunha, director da FEUP.


Sempre que estiverem disponíveis mapas interiores, estes serão automaticamente apresentados no telemóvel quando o utilizador fizer uma ampliação de um local no Google Maps. Além de prestarem auxílio à navegação, os mapas também permitem identificar pontos de interesse específicos dentro dos locais.

Em edifícios com mais do que um piso, os utilizadores terão à sua disposição a opção de escolher o andar que pretendem conhecer. Para tal basta seleccionar o número do piso a que pretende aceder.

Os proprietários de espaços também podem ajudar a disponibilizar novos mapas interiores. O processo, garante a Google, é simples e rápido, e apenas tem de cumprir as directrizes de conteúdos. Os carregamentos das plantas de locais públicos podem ser feitos a partir de um computador.

Ao todo encontram-se disponíveis mais de 3 mil milhões de metros quadrados de plantas em todo o mundo, acessíveis a partir de smartphones Android e iOS. Com a sua chegada a Portugal, o Indoor Maps passa a estar disponível em 20 países, incluindo os Estados Unidos, Japão, Canadá, Brasil, Reino Unido e Austrália.

A lista completa, com 49 locais, pode ser consultada aqui.

Google Indoor Maps. Estreia em Portugal traz 49 localizações


2,904