NOTA! Este site utiliza cookies e tecnologias similares.

Se não alterar as configurações do seu navegador, está a concordar com a sua utilização.

Compreendo
Futuro das tecnologias móveis 2009-2010

Futuro das tecnologias móveis 2009-2010

segunda-feira, 02 fevereiro, 2009 /
As tecnologias móveis continuam como as principais tendências do mercado para 2009 e 2010. 1. Bluetooth 3.0

A especificação Bluetooth 3.0 será lançada neste ano e os dispositivos com tal tecnologia começarão a chegar ao mercado em 2010. Segundo o Gartner, a versão 3.0 provavelmente irá incluir funcionalidades como ultra-low-power, modo que permitirá o uso de novos dispositivos, tais como periféricos e sensores, e novas aplicações, como monitoramento de saúde. O Bluetooth 3.0 terá suporte a três tecnologias: o Bluetooth clássico, Wi-Fi e ultrabanda larga (wideband-UWB). Mas é possível que o padrão tenha conectividade com outras especificações. Devido à sua ampla disponibilidade, a conectividade com o Wi-Fi será a mais importante no curto prazo e permitirá aos telemóveis transfirirem rapidamente grandes volumes de dados.

2. Interfaces para utilizadores móveis (UIs, na sigla em inglês)

A Gartner aponta que os UIs terão um grande efeito sobre a usabilidade e o suporte dos dispositivos móveis. Esta será uma área na qual haverá uma intensa competição entre os fabricantes em 2009 e 2010, que utilizarão os UIs para diferenciar seus aparelhos e plataformas. De acordo com a consultora, a diversidade de UIs vão complicar o desenvolvimento e o suporte das empresas para aplicações de comércio eletrônico entre empresas (B2B) e transações entre empresas e consumidores (B2C). Por esse motivo, a consultoria alerta que os fabricantes devem esperar maior demanda dos utilizadores para suporte de aparelhos. Apesar disso, os interfaces tornarão mais acessível a web móvel em pequenos dispositivos e este será o melhor canal para clientes e empregados.

3. Sensor de localização

Com os sensores de localização, as aplicações móveis serão mais poderosas e úteis. No futuro, a localização será um componente-chave e reforçará outros sistemas, como o de presença móvel e de redes sociais móveis. A Gartner observa que a crescente maturidade dos sensores de localização em campo, utilizando tecnologia Wi-Fi abre um leque de novas aplicações que exploram a localização de equipamentos ou pessoas. Apesar de possibilitar a exploração de vários novos serviços, a aplicação pode criar novos desafios de segurança e de privacidade.

4. Wi-Fi 802.11n

O novo padrão de Wi-Fi 802.11n aumentará a taxa de transmissão de dados para 100 Mbps e 300 Mbps, e permitirá uma melhor cobertura em algumas situações. O padrão 802.11n deverá definir o desempenho da tecnologia Wi-Fi por diversos anos. O Wi-Fi de alta velocidade é desejável para aplicações de mídia streaming nos escritórios e residências. Para as organizações, o novo padrão exigirá novos pontos de acesso, novos interfaces para utilizadores sem fio, novas redes e um novo padrão Ethernet. Contudo, o Wi-Fi 802.11n será a primeira tecnologia de internet sem fio a permitir velocidades compatíveis com as de fio, comumente utilizadas para a ligação de PCs em escritórios. Segundo a Gartner, o novo Wi-Fi deverá ser considerado pelas empresas para equipar seus escritórios, substituindo os padrões antigos.

5. Tecnologias de displays

Durante 2009 e 2010, as novas tecnologias para displays terão um impacto no mercado, aumentando a vida útil da bateria e melhorando a qualidade do ecran, permitindo partilha das imagens e informações de forma mais simples e fácil. Os displays passivos, como os usados em e-books, oferecerão novas formas de distribuição e consumo de documentos. A tecnologia de display, analisa a Gartner, será um meio de diferenciação e um importante critério de escolha para os consumidores.

6. Web móvel e widgets

A internet móvel vai emergir como uma meio de baixo custo para entregar aplicações móveis simples para um grande número de dispositivos. Ela tem algumas limitações que não poderão chegar a 2010, como o facto de não ter um padrão universal para o acesso do navegador a alguns serviços, como máquinas fotográficas e dispositivos GPS. No entanto, a web móvel oferece um atraente custo total de propriedade (TCO) sobre aplicações centradas no cliente. Widgets (pequenas aplicações de web móvel) são suportados por muitos browsers mobile, e fornecem uma maneira simples para "alimentar" telemóveis e ecrans pequenos. Segundo a Gartner, as aplicações de mobile web serão muito utilizadas em estratégias móveis de B2C. Aplicações de thin-client também devem emergir como uma solução prática para aplicações corporativas usando ligações Wi-Fi ou móveis.

7. Banda Larga Móvel

As ligações de banda larga móvel tiveram uma explosão de vendas em 2008, impulsionadas pela disponibilidade de tecnologias e preços atraentes ofertados pelos operadores. O desempenho da tecnologia HSPA (High-Speed Packet Access) prevê um ou dois megabits no upload e download. Em muitas regiões, HSPA oferece conectividade adequada para substituir hotspots Wi-Fi, e sua maturidade permite que as empresas comprem laptops com módulos de telemóvel incorporados que fornecem um desempenho superior aos SIMcards. (a TMN irá lançar até ao final de Fevereiro um pacote de Banda Larga Móvel de 21 Mb......)

8. Near Field Communication (NFC)

NFC fornece uma maneira simples e segura de comunicação entre telemóveis em distâncias curtas. A Gartner aponta que a NFC está emergindo como um padrão líder para aplicações móveis, tais como pagamento móvel, com experiências bem-sucedidas realizadas em vários países, e transferências de informações. A Gartner, entretanto, não espera muitas aplicações baseadas em NFC antes de 2010 em mercados maduros, como na Europa e os Estados Unidos. A consultora acredita que é mais provável que o NFC se torne importante mais cedo nos mercados emergentes, com algumas implementações começando em 2010.
6,498