NOTA! Este site utiliza cookies e tecnologias similares.

Se não alterar as configurações do seu navegador, está a concordar com a sua utilização.

Compreendo
FBI invadiu iPhone de atirador. Isto é o que se diz

FBI invadiu iPhone de atirador. Isto é o que se diz

terça, 29 março, 2016 /
FBI invadiu iPhone de atirador. Isto é o que se diz

10 comentários à disputa legal Apple-FBI.

 

*Imagem: © Hardluckstrome/Flickr

 

O FBI conseguiu aceder ao iPhone do atirador de San Bernardino. E nem precisou da Apple para isso.

O resultado pode ter terminado com aquela disputa Apple-FBI.

Pelo menos por agora.

 

Departamento de Justiça dos EUA: "O governo foi bem-sucedido em aceder aos dados armazenados no iPhone de Farook [o atirador de San Bernardino] e já não requer assistência da Apple."

 

Apple: "Vamos continuar a auxiliar as autoridades nas suas investigações, como sempre fizemos, e vamos continuar a aumentar a segurança dos nossos produtos à medida que as ameaças e os ataques aos nossos dados se tornam mais frequentes e sofisticados."

 

Edward Snowden: "Jornalistas: por favor recordem-se que o governo argumento, durante meses, que isto era impossível, apesar do consenso dos peritos."

 

Oren Falkowitz, especialista em segurança: "O FBI cometeu um erro ao tentar forçar a Apple. Definir um desafio não-intencional de hacking ao iPhone não é do interesse de ninguém."

 

Daniel Rubin, jornalista: "Tim Cook deve estar desejoso de saber como é que o FBI conseguiu fazê-lo."

 

FBI invadiu iPhone de atirador. Isto é o que se diz

Tashfeen Malik & Syed Rizwan Farook (à direita: Farook, o dono do iPhone nas mãos do FBI)

 

Wall Street Journal: "Um representante do governo disse que o método para desbloquear o iPhone não foi desenvolvido por uma agência governamental, mas por uma entidade privada."

 

New York Times: "[Um] agente da autoridade que falou aos jornalistas em condição de anonimato disse que era prematuro afirmar se o método usado no telemóvel do caso de San Bernardino poderia ser usado em telemóveis de outros casos."

 

Dan Primack, Fortune: "Já alguém alguma vez considerou que isto pode ser apenas uma engenhosa campanha de marketing da Apple para levar as pessoas a actualizarem para novos iPhones?"

 

Ben Thompson, blogger: "Ninguém sai bem visto disto. Qualquer alegada 'vantagem de marketing' que a Apple obteve por vender telemóveis seguros tem de ser contrariada pelo facto de que este telemóvel foi acedido; entretanto o FBI não só não obteve o precedente que a Apple e as outras empresas devem ajudá-los, como também pareceram um pouco tolos e incompetentes."

 

Aaron Levie, CEO da Box: "Sem um consenso nacional sobre os limites das autoridades, disputas como a de São Bernardino vão "literalmente ocorrer milhares de vezes ao longo das próximas décadas."

 

2,529