NOTA! Este site utiliza cookies e tecnologias similares.

Se não alterar as configurações do seu navegador, está a concordar com a sua utilização.

Compreendo
Estudo da CGI conclui que organizações devem acelerar transformação digital

Estudo da CGI conclui que organizações devem acelerar transformação digital

sábado, 01 outubro, 2016 /

CGI Global 1000 de 2016 refere evolução da tecnologia como facilitador para a mudança empresarial.

 

*Está a ler um comunicado de imprensa

A nível mundial, as tendências de Mercado demonstram um funcionamento das organizações governamentais e comerciais cada vez mais acelerado, com enfoque em projetos que as encaminhem gradualmente para uma transformação digital transversal a toda a organização.

Esta é a principal conclusão do CGI Global 1000 de 2016, um estudo anual conduzido pela CGI (TSX: GIB.A) (NYSE: GIB), que envolve o diálogo com líderes de negócios e tecnologias em 10 indústrias de 20 países.

 

“No CGI Global 1000 deste ano notou-se um grande alinhamento em torno da necessidade das organizações em implementar ações e soluções que as encaminhem para a transformação digital, através da modernização dos seus sistemas para modelos digitais e mais funcionais,” refere Michael E. Roach, Presidente e Chief Executive Officer da CGI.

“Não víamos uma dinâmica de mercado tão clara e objetiva desde 2000, ano em que houve uma mudança de paradigma para um sistema mais competitivo, que modificou o posicionamento e ação das empresas. Atualmente existe a necessidade de recriar estes modelos de negócio, para garantir a sustentabilidade e competitividade das empresas durante a próxima década.”

 

 No CGI Global 1000, as organizações identificaram cinco tendências chave que tornam necessária esta mudança:

 

  1. Mais de 70% dos gestores referem a crescente aceitação pelos consumidores de ações digitais. Os consumidores esperam que as organizações proporcionem uma experiência digital personalizada, transversal a diferentes canais, com diversos setores como banca, retalho, serviços de consumo ou de comunicação.
  2. A segurança é considerada um elemento diferenciador por 62% das organizações. Os programas de segurança cibernética das organizações estão a amadurecer, em resposta às necessidades do mercado e dos consumidores. A segurança passa a fazer parte da proposta de valor das organizações.
  3. 50% das organizações sente o peso das exigências regulamentares vigentes. As leis relacionadas com a privacidade e proteção de dados são uma tendência crescente e uma preocupação para os gestores das organizações.
  4. Um terço dos executivos consideram necessária uma mudança estrutural dos seus modelos de negócio. Pela primeira vez, os líderes dizem que é necessário adaptar as suas estruturas organizacionais para responder adequadamente aos seus stakeholders, estimulando consequentemente o crescimento dos negócios.
  5. Cerca de 30% das organizações estão a aproveitar o crescimento do setor das TI como um motor para a transformação do seu negócio. A tecnologia  facilita a criação de  novos modelos operacionais e de negócio nas organizações, sendo que mais de 70% dos gestores inquiridos planeiam aumentar ou manter os orçamentos de TI com o intuito de acelerar a transformação digital.

 

Atentas a estas dinâmicas globais, as organizações reforçam a aposta no digital de forma transversal à empresa, provocando mudanças internas que são consideradas, por mais de 70% dos líderes, como um dos maiores desafios colocados por este novo paradigma. “Este ano representa um ponto de viragem na transformação digital de muitas organizações” diz Doug McCuaig, Vice-presidente Executivo, Global Client Transformation Services e responsável executivo do CGI Global 1000.

“O tempo que as organizações achavam que dispunham para aderirem à transformação digital reduziu substancialmente, o que as força a acelerar todo este processo. Os líderes reconhecem que têm de enfrentar os seus desafios mais complexos, como alterar a estrutura de custos para investir na transformação digital. Esta viragem depende de decisões por parte dos líderes das empresas que contemplem a importância da tecnologia e o ritmo acelerado imposto pela modernização das TI.”

 

1,348