NOTA! Este site utiliza cookies e tecnologias similares.

Se não alterar as configurações do seu navegador, está a concordar com a sua utilização.

Compreendo
Encontrar trabalho é quase 20% mais rápido na área das TI, diz CIONET

Encontrar trabalho é quase 20% mais rápido na área das TI, diz CIONET

sexta-feira, 14 novembro, 2014 /
Encontrar trabalho é quase 20% mais rápido na área das TI, diz CIONET

As conclusões tiveram origem no final de Outubro durante a realização do evento “The HT of IT”, realizado pela organização

*Artigo publicado também no iOnline

 

Os profissionais das TI têm uma reentrada no mercado de trabalho 19,7% mais rápida do que a média, estimando-se que sejam necessários menos 2,4 meses para encontrar trabalho comparativamente a profissionais de outras áreas. Isto torna a área das tecnologias de informação naquela que requer menos tempo para uma recolocação no mercado de trabalho.

O exponencial crescimento do sector de TI tem uma relação estreita com o empreendedorismo nesta indústria, avançou Anabela Ventura, Managing Partner da LHH/DBM Portugal, no início do debate promovido pela CIONET na NOVA School of Business and Economics, em Lisboa.

Os critérios de selecção, contudo, já não se limitam apenas às competências técnicas dos candidatos. Factores como as competências emocionais e relacionais dos profissionais também são considerados, e a responsável alerta que ferramentas sociais - como o Facebook ou o LinkedIn - são cada vez mais utilizadas em processos de recrutamento. A gestora também considera que o emprego feminino na área das TI tem muito por onde crescer - no universo de candidatos trabalhadores, apenas 16% dos funcionários de tecnologias de informação são mulheres.

Durante o evento terão sido debatidos os desafios e obstáculos associados aos recursos humanos nas empresas portuguesas, bem como focados temas como a relação entre a geração X e a geração digital, entre outros.

O moderador do debate, Rui Serapicos, Managing Partner da CIONET, afirmou relativamente ao evento: este poderá ser o primeiro de uma série de debates sobre o emprego digital, requalificação e empregos do futuro. No seguimento da cimeira Grand Coalition for Digital Jobs, a sociedade civil pode aportar muito valor para a criação de novos modelos emprego, negócio e desenvolvimento económico.

 

2,948