NOTA! Este site utiliza cookies e tecnologias similares.

Se não alterar as configurações do seu navegador, está a concordar com a sua utilização.

Compreendo
Conduzir alcoolizado é coisa do passado

Conduzir alcoolizado é coisa do passado

quinta-feira, 11 junho, 2015 /
Conduzir alcoolizado é coisa do passado
Sistemas inovadores “proibem” condutores de ligar o carro enquanto estão alcoolizados.

A condução sob o efeito de álcool é uma preocupação existente há vários anos. Segundo os últimos dados relativos ao ano passado, cerca de 40% dos 270 condutores que perderam a vida conduziam sob o efeito de álcool. Os avisos são muitos assim como a tolerância por parte da própria polícia que é virtualmente nula, no entanto, todas e quaisquer medidas nunca são suficientes para contra atacar as potenciais mazelas e consequências que podem advir de uma condução sob o efeito de álcool.

Desta forma, uma organização americana responsável pela segurança no trânsito apresentou recentemente duas ferramentas inovadoras que pretendem impedir os condutores de conduzir alcoolizados, através de dois modos distintos: o primeiro, sob a forma de sensores que se colocam acima do volante que servem a função de um bafómetro, configurados para permitir (ou não) que o carro se mantenha ligado consoante os limites legais de álcool no sangue. Neste sistema o condutor não tem que se mexer, dado que os sensores funcionam através da captação da própria respiração do mesmo.

O segundo sistema corresponde à instalação de um scanner biométrico, em que o condutor caso deseje ligar o veículo, se vê obrigado a colocar o dedo no leitor de forma a aferir a quantidade de álcool presente no sangue. Consoante a quantidade tendo em conta a lei, o condutor poerá ou não ligar a ignição.

Deixamo-vos com o vídeo de apresentação de ambos os sistemas.


2,510