NOTA! Este site utiliza cookies e tecnologias similares.

Se não alterar as configurações do seu navegador, está a concordar com a sua utilização.

Compreendo
Apple investigada por práticas anti-concorrência

Apple investigada por práticas anti-concorrência

quarta-feira, 07 dezembro, 2011 /
Apple investigada por práticas anti-concorrência

 Apple investigada por práticas anti-concorrência em segmento de ebooks. Apple é investigada em conjunto com cinco editoras internacionais.

De acordo com a Agência Financeira, a Apple encontra-se sob investigação por alegadas práticas anti-concorrência no segmento dos e-books. A investigação abrange a Apple e os cinco editores internacionais Hachette Livre, Harper Collins, Simon & Schuster, Penguin e Verlagsgruppe Georg von Holzbrinck. Também terá sido aberto um processo formal de investigação, o que faz com que se trate de um caso prioritário.

Apple investigada por práticas anti-concorrência

A Comissão Europeia irá encarregar-se de analisar as cláusulas dos contratos assinados entre as editoras e os vendedores de e-books, de forma a averiguar a existência de práticas ilegais que possam restringir a concorrência e competitividade na União Europeia.

2,616