NOTA! Este site utiliza cookies e tecnologias similares.

Se não alterar as configurações do seu navegador, está a concordar com a sua utilização.

Compreendo
Anacom afere qualidade dos serviços GSM/UMTS

Anacom afere qualidade dos serviços GSM/UMTS

segunda-feira, 09 fevereiro, 2009 /
O novo relatório da Anacom, realizado entre 6 de Outubro e 11 de Novembro de 2008 é agora tornado público. Os sistemas de comunicações de voz e os de videotelefonia alcançaram bons níveis de desempenho, apesar de estes últimos serem um pouco inferiores e com algumas oscilações entre aglomerados urbanos e eixos rodoviários, algo que não acontece com os sistemas GSM. O relatório tem por base a análise de parâmetros técnicos segundo determinados indicadores; disponibilidade da rede, acessibilidade do serviço; tempo de estabelecimento de chamadas; taxa de terminação de chamadas; qualidade áudio de chamada; e qualidade vídeo de chamada de videotelefonia. Entre os três operadoras, TMN, Optimus e Vodafone, os sistemas de comunicações móveis GSM apresentam bons níveis de cobertura radioeléctrica e um bom desempenho do serviço de voz, tanto nos aglomerados urbanos como nos eixos rodoviários, não se observando diferenças significativas entre os operadores. Os sistemas UMTS, embora inferior ao dos sistemas GSM, evoluiram bastante face aos dados publicados em 2006, não existindo diferenças a assinalar entre as operadoras. No entanto, o serviço de videotelefonia nos eixos rodoviários, apresenta resultados muito aquém dos observados para o serviço de voz, avança a Anacom destacando pela negativa as zonas com deficiente ou mesmo inexistente cobertura WCDMA. Constata-se que a Optimus e a TMN alcançaram os melhores resultados, respectivamente com 96,7% e 96,0% a registar bons ou aceitáveis níveis de cobertura, enquanto a Vodafone fixou-se nos 88,5%. No que se refere ao estabelecimento de videochamadas, a Vodafone destaca-se com a melhor taxa de sucesso (97,3 por cento), seguida pela TMN (96,1%) e para Optimus (95,5%). Contudo, tal como em análises anteriores, nos eixos rodoviários o serviços de videochamadas não apresentam um desempenho satisfatório e as diferenças entre operadores são mais acentuadas. A Optimus é a que apresenta a melhor cobertura (89,86%), seguindo-se a TMN (88,1%) e a Vodafone (79,6%). Quanto ao estabelecimento de chamadas, a TMN apresenta a melhor performance com 92,1 por cento de sucesso, seguindo-se a Optimus com 87,2 por cento, e por fim a Vodafone com 80,1 por cento. Face ao estudo de 2007 "observam-se melhorias muito significativas neste indicador nos eixos rodoviários, que são de 17,04 por cento para a Optimus, de 9,84 por cento para a TMN e de 8,61 por cento para a Vodafone", diz a Anacom. Relativamente à taxa de Terminação de Chamadas, não se registam diferenças significativas entre operadores, sendo os níveis de desempenho superiores a 98,2 por cento. No entanto, nos eixos rodoviários, e ainda quanto à Taxa de Terminação de Chamadas, o melhor desempenho pertence à Optimus, com 96,5 por cento das chamadas a terminarem de forma normal, seguida da TMN (94,9%) e da Vodafone (92,1%). Por fim, o Tempo Médio de Estabelecimento de Chamadas não mostra grande variações a registar entre os aglomerados urbanos e os eixos rodoviários. Mesmo assim, o melhor tempo foi registado pela Vodafone, com 5,4 segundos, enquanto a TMN registou o mais demorado, 7,6 segundos. Foram utilizados equipamentos terminais Nokia N95 e Nokia 6680, realizadas 23.688 chamadas de teste e 4.708.610 medidas de sinal radioeléctrico, o que se traduz em cerca de 218 horas de medidas ao longo de 9.750 quilómetros.
4,618