NOTA! Este site utiliza cookies e tecnologias similares.

Se não alterar as configurações do seu navegador, está a concordar com a sua utilização.

Compreendo
Amazon

Amazon

quarta-feira, 04 novembro, 2015 /
Amazon

A Amazon. O maior site de compras do mundo

 

*Imagem: Forbes.com

*Veja todos os produtos da Amazon

 

Sites de compras Amazon

 

Amazon.fr (Amazon France)
Amazon.com (Amazon americana)
Amazon.en (Amazon Espanha)
Amazon.co.uk (Amazon United Kingdom)
Amazon.cn (Amazon China)
Amazon.in (Amazon Índia)
Amazon.co.jp (Amazon Japão)
• Amazon.de (Amazon Alemanha)
Amazon.it (Amazon Itália)
Amazon.nl (Amazon Holanda)
Amazon.ca (Amazon Canadá)
Amazon.com.mx (Amazon México)
Amazon.com.au (Amazon Áustrália)
Amazon.com.br (Amazon Brasil)

 

Amazon. História

 

• Nasceu em 1994
• Fundada numa garagem em Washington
• Começou por vender livros online

 

A Amazon foi fundada a 5 de Julho de 1994 em Seattle, nos Estados Unidos. A empresa foi fundada numa garagem em Bellevue, no estado de Washington, por Jeff Bezos. Bezos permanece como Presidente, CEO & Presidente do Conselho de Administração da Amazon.

A Amazon também não é apenas uma loja online, e além da vertente e-commerce também oferece serviços de alojamento Web e de distribuição de conteúdos. A Amazon é também a maior fornecedora do mundo em serviços Cloud - uma área onde também competem empresas como a Microsoft.

 

A Amazon começou por vender livros online, e só mais tarde é que passou a disponibilizar outras categorias de produto (dvd's, blu-rays, downloads e jogos, entre várias outras categorias). Um facto interessante sobre o logotipo da Amazon, redesenhado em 2000: a setinha que conecta o A ao Z (e que também forma um sorriso) serve para representar o facto da loja disponibilizar virtualmente todas as categorias de produto imagináveis.

Actualmente a Amazon é a maior cadeia de retalho online dos Estados Unidos.

 

Amazon

Imagem: Forbes.com

 

A Amazon de Jeff Bezos

 

Pode-se dizer que a Amazon é a 'filha querida' de Jeff Bezos. Bezos, que abandonou o seu cargo de vice-presidente na D.E. Shaw & Co (uma firma de Wall Street) para se dedicar à Amazon, mudou-se de propósito para Seattle para poder seguir com este projecto. Foi em Seattle que Jeff Bezos começou a desenvolver o plano de negócio para aquilo que se tornaria mais tarde a Amazon.com.

Uma nota interessante sobre a Amazon de 1994: quando foi fundada e lançada, a 5 de Julho do mesmo ano, a empresa chamava-se Cadabra. Este é, de facto, o nome associado à empresa na sua data de lançamento oficial.

 

A empresa só viria oficialmente a chamar-se Amazon em 1995, depois de Jeff Bezos ter sido inspirado por um ligeiro mal entendido - um advogado havia confundido o nome Cadabra por Cadaver (ou, em português, cadáver).

Quanto à escolha de Amazon para nome da empresa, Jeff Bezos admitiu que fez uma pesquisa num dicionário até encontrar um termo que achasse reflectir a identidade do seu projecto. Para Bezos o nome 'Amazon' (Amazónia) reflectia exotismo e diferença. Esta não era, contudo, a única vantagem do nome Amazon: o facto de começar por 'A', em particular para uma empresa online, seria benéfico em listagens ordenadas por ordem alfabética.

 

Site de compras. Amazon

 

Já no início da década de 90 se previa o 'boom' da internet. Jeff Bezos, ao ler uma reportagem onde se previa um crescimento de 2300% nas vendas online, começou por listar 20 categorias de produto que poderiam ser facilmente vendidos online. O passo seguinte implicou uma 'triagem' dessa lista, que Bezos acabou por reduzir para apenas 5 categorias:

 

• CD's
• Hardware
• Software
• Vídeos
• Livros

 

Quando se lançou, contudo, a Amazon começou por vender livros online. Houve todo um contexto a justificar esta abordagem inicial:

 

• Havia uma forte procura mundial por literatura
• A Amazon podia responder a esta procura com preços baixos
• A Amazon podia disponibilizar um catálogo quase infinito de títulos mpressos

 

Ou seja: acabámos de resumir a fórmula inicial da Amazon. Esta decisão também não surgiu espontaneamente a Bezos, e foi motivada por uma conversa com John Ingram (da Ingram Book, agora Ingram Content Group) e Keyr Patel (que ainda detém uma percentagem da Amazon).

Os primeiros dois meses de negócio da Amazon foram bem-sucedidos, e a empresa não só conseguiu vender para todos os 50 estados norte-americanos, como ao todo vendeu para 45 países. Ao fim de dois meses também já gerava vendas semanais de 20 mil dólares.

 

Algumas vantagens da Amazon face à concorrência na altura:

 

• Podia disponibilizar um catálogo ilimitado (as maiores lojas físicas 'só' disponibilizavam até 200 mil títulos)
• Online a Amazon podia suportar um volume virtualmente ilimitado
• Através da Amazon, os fornecedores/criadores podiam enviar directamente a partir dos seus armazéns

 

Amazon

Imagem: Huffington Post

 

Factos interessantes sobre a Amazon:

 

• O primeiro livro vendido na Amazon: 'Fluid Concepts and Creative Analogies: Computer Models of the Fundamental Mechanisms of Though', de Douglas Hofstadter
• A Amazon só foi anunciada ao público em Outubro de 1995
• A Oferta Pública Inicial (IPO) da Amazon ocorreu a 15 de Maio de 1997 (15 de Maio)
• Jeff Bezos não contava lucrar com a Amazon nos primeiros 5 anos da empresa
• As previsões de Bezos em relação aos lucros da empresa não eram (compreensivelmente) do agrado dos seus investidores
• A Amazon só começou a lucrar no Q4 (Trimestre 4) de 2001
• Os primeiros lucros da empresa foram de apenas 5 milhões de dólares
• Quando lucrou, validou a ideia de negócio de Jeff Bezos (provou que podia funcionar)
• Em 1999 Jeff Bezos foi 'Person of the Year' para a Time, que achou que a Amazon ajudou a popularizar as compras online
• A sede da Amazon ocupa um total de 14 edifícios em Seattle (em South Lake Union)
• A sede europeia da empresa é no Luxemburgo
• Os armazéns da Amazon costumam ser perto de aeroportos
• É mais valiosa - em termos de capitalização de mercado - que o Walmart
• Em 1998 foi processada pelo Walmart por contratar demasiados executivos à cadeia de retalho norte-americana

 

5,775