NOTA! Este site utiliza cookies e tecnologias similares.

Se não alterar as configurações do seu navegador, está a concordar com a sua utilização.

Compreendo
Afinal as impressoras 3D imprimem armas que disparam

Afinal as impressoras 3D imprimem armas que disparam

segunda-feira, 06 maio, 2013 /
Afinal as impressoras 3D imprimem armas que disparam

Ainda há dúvidas em relação às potencialidades das impressoras 3D? A primeira arma impressa já foi testada e conseguiu, com sucesso, disparar.

Afinal as impressoras 3D imprimem armas que disparam

A Libertator é uma arma de plástico impressa por uma impressora 3D

Este sempre foi um dos receios em relação às impressoras 3D: a possibilidade de poder imprimir componentes que permitissem montar uma arma de fogo pronta a disparar. Este tem sido um dos temas mais debatidos em relação a estas tecnologias, tanto em território norte-americano como em solo europeu. E promete voltar às bocas de meio mundo, especialmente agora que a primeira arma criada a partir de impressão 3D parece ter conseguido disparar um projéctil com sucesso.

A arma em questão chama-se Liberator e é feita à base de plástico e composta por 16 peças, com uma pequena excepção para a componente que impulsiona o disparo e que é feita à base de metal. A arma é da autoria da Defense Distributed, que conseguiu adquirir uma impressora 3D no e-Bay por oito mil dólares - é que, de facto, as impressoras 3D não são acessíveis. Mas este cenário deverá apresentar uma tendência para vir a mudar ao longo dos próximos anos, tal como também aconteceu com as impressoras tradicionais.

E o que dizer desta arma? Trata-se 'de uma feramenta que pode ser usada para magoar pessoas. É isso que ela é - uma arma. Mas não penso que isso seja razão para não a criar', refere o fundador da Defense Distributed. Podem ver o vídeo que tem dado que falar por toda a Internet já a seguir:

Impressoras 3D: sim ou não? Acham que este é um risco real e que deve ser legislado? Será que irá funcionar como um impedimento para tornar este tipo de impressoras mais acessíveis num futuro não muito distante? Deixem-nos a vossa opinião!

7,522