NOTA! Este site utiliza cookies e tecnologias similares.

Se não alterar as configurações do seu navegador, está a concordar com a sua utilização.

Compreendo

Steam. Plataforma de jogos impõe-se contra phishing e spam

quarta-feira, 22 abril, 2015 /
Steam. Plataforma de jogos impõe-se contra phishing e spam

A Steam impôs determinadas medidas de segurança para evitar actividades maliciosas no seu serviço.


O SERVIÇO

Se não conhecem a Steam, fazem mal. Passo a explicar.

Fundado pela empresa Valve, o serviço Steam é uma plataforma online de jogos, onde o utilizador pode adquirir jogos disponíveis através de pagamento online, alguns até gratuitamente. Imaginem a Steam como uma fonte virtualmente interminável de jogos, onde podem transferi-los para o vosso PC no momento, sem ter que ir a uma loja para os adquirir. Simples. 


AS LIMITAÇÕES

Como podem imaginar, um serviço deste género é passível de ser alvo de várias tentativas de hacking, o que pelos vistos o é. Neste sentido e de forma a evitar ataques de phishing e spam, a Valve deciciu limitar o seu sistema a utilizadores que não tenham introduzido dinheiro na plataforma. Ou seja, quem sempre usou a Steam de forma gratuita, vai ficar restringido de algumas áreas da plataforma até que introduza algum dinheiro – 4.5 Euros mais precisamente – para gastar num jogo, ou simplesmente para adicionar à carteira da plataforma. 

De acordo com a página oficial da Steam, utilizadores que joguem gratuitamente ou tenham activado chaves adquirirdas por meios não oficiais, verão as suas possibilidades dentro da plataforma limitadas, nomeadamente no que respeita a áreas como a Greenlight, Reviews, envio de convites a amigos, chat aberto de grupo, participação no mercado da Steam, entre várias outras funcionalidades que não estarão acessíveis. 


 

 
3,077