NOTA! Este site utiliza cookies e tecnologias similares.

Se não alterar as configurações do seu navegador, está a concordar com a sua utilização.

Compreendo
Telefonema acidental desencadeia intervenção de SWAT

Telefonema acidental desencadeia intervenção de SWAT

quinta-feira, 13 janeiro, 2011 /
Telefonema acidental desencadeia intervenção de SWAT Um homem, que acidentalmente ligou à esposa enquanto ia a conduzir, nos EUA, foi responsável pelo envio de uma equipa SWAT, composta por 30 homens, depois de a esposa ter presumido que o marido tinha sido raptado.
Um empregado administrativo na Carleton Washburne School, na localidade de Winnetka, EUA, estava a conduzir quando o seu telemóvel acidentalmente marcou o número da esposa, dentro do bolso. Ao ouvir o ruído ambiente, a mulher convenceu-se que o esposo havia sido feito refém no seu gabinete e chamou a polícia. Estava a ouvir no rádio música Hip Hop, com letras que faziam alusão a gansters, referiu Mark Friedman, um super intendente na escola. Ela ouviu e ficou preocupada.

Pouco depois, três helicópteros e 30 elementos da SWAT com coletes à prova de bala, capacetes, protecções faciais e armas automáticas, invadiram a escola, de acordo com os relatórios da polícia. Ninguém se magoou durante a operação, pois os 500 alunos que compõem o corpo estudantil já tinham abandonado as instalações. A operação foi desmantelada quando o homem chegou a casa, três horas mais tarde.

As chamadas acidentais (pocket dials ou butt dials) são um problema frequente nos Estados Unidos e na Europa. Estes problemas ocorrem devido às teclas programadas para marcarem números de emergência, mesmo quando os teclados se encontram bloqueados. A Comissão Federal de Comunicações (FCC) aponta para uma percentagem entre 25 e 70% das chamadas oriundas de dispositivos móveis serem acidentais.
2,538