NOTA! Este site utiliza cookies e tecnologias similares.

Se não alterar as configurações do seu navegador, está a concordar com a sua utilização.

Compreendo
Serviços secretos dos EUA pagaram milhões a gigantes tecnológicas por dados

Serviços secretos dos EUA pagaram milhões a gigantes tecnológicas por dados

terça, 27 agosto, 2013 /
Serviços secretos dos EUA pagaram milhões a gigantes tecnológicas por dados

Os novos documentos divulgados por Edward Snowden ao The Guardian referem que governo norte-americano pagou milhões de dólares a empresas como o Facebook, Google, Microsoft e Yahoo, entre outras, por dados de utilizador

O escândalo PRISM ainda está muito longe de terminar, de acordo com as mais recentes informações divulgadas pelo The Guardian no passado fim-de-semana, que dá conta de que os serviços secretos norte-americanos pagaram milhões de dólares a empresas gigantes como a Google, Yahoo, Microsoft e Facebook, entre outros nomes envolvidos, para obter acesso a dados dos seus utilizadores.

A decisão parece ter trazido alguns problemas à Agência de Segurança Nacional norte-americana (NSA). "Os problemas do ano passado (...) custaram milhões de dólares a fornecedores do PRISM na implementação de cada amplicação - custos cobertos pelas Operações de Fontes Especiais", refere o documento divulgado por Snowden ao The Guardian, datado de Dezembro de 2012.

Serviços secretos dos EUA pagaram milhões a gigantes tecnológicas

Os custos, contudo, estiveram relacionados com uma decisão judicial de 2011, que considerou inconstitucional as actividades da NSA. As informações divulgadas dão ainda conta de um envolvimento activo de todas as empresas mencionadas.

Quando questionadas sobre estes novos desenvolvimentos, a Microsoft, a Casa Branca e a NSA não terão prestado declarações.

2,286