NOTA! Este site utiliza cookies e tecnologias similares.

Se não alterar as configurações do seu navegador, está a concordar com a sua utilização.

Compreendo
Revela estudo da Marktest: Portugueses satisfeitos com serviços da Portugal Telecom

Revela estudo da Marktest: Portugueses satisfeitos com serviços da Portugal Telecom

sábado, 22 maio, 1999 /
Revela estudo da Marktest: Portugueses satisfeitos com serviços da Portugal Telecom Eis o resultado de um estudo realizado pela Marktest, conjuntamente com o Bareme-Rádio, relativamente ao grau de satisfação dos clientes quanto aos serviços da Rede Fixa da Portugal Telecom. 84% dos portugueses considera fácil o estabelecimento de uma ligação telefónica; 50% não reclama qualquer interferência; 72% reconhece raramente ou nunca ter tido avarias nos telefones; 68% dos inquiridos considera Bom o serviço de atendimento e 50% diz-se satisfeito com o atendimento nas lojas PT. Eis o resultado de um estudo realizado pela Marktest, conjuntamente com o Bareme-Rádio, relativamente ao grau de satisfação dos clientes quanto aos serviços da Rede Fixa da Portugal Telecom durante o ano de 1998. Com uma amostra de 7525 indivíduos residente no nosso País, com idades superiores a 15 anos, o inquérito tinha por fim avaliar da satisfação dos consumidores tendo em conta cinco parâmetros: Facilidade em estabelecer ligação telefónica Interferências nas chamadas telefónicas Frequência das avarias Serviço de atendimento Serviço de atendimento nas lojas da PT Concluiu-se que 84% dos clientes da PT considera fácil o Estabelecimento de Uma Ligação Telefónica, sendo que 85% são do sexo masculino e 84% do feminino. Os que consideram difícil e muito difícil, situam-se entre os 4% e 1% respectivamente. Dos que consideram fácil o estabelecimento de uma ligação telefónica 81% situam-se na Grande Lisboa e 87%, no Grande Porto. Na mesmas regiões, 4% considera-o difícil e 1% muito difícil. No Porto 1%, considera-o difícil e muito difícil. Em relação às Interferências nas Chamadas Telefónicas, os inquiridos parecem bastante satisfeitos. 50% não reclama qualquer interferência, 32% poucas, 16% apenas algumas e 2% acusa muitas interferências. O sexo masculino mostra-se mais satisfeito com a qualidade das chamadas telefonicas. A Grande Lisboa é referenciada como a região com mais interferências, comparativamente com a região do Grande Porto. A classe média, média baixa e baixa são as classes mais satisfeitas com o número de interferências ocorridas nas suas chamadas telefónicas. Bastante positivos são os resultados para as Frequências de Avarias Telefónicas dos portugueses. Assim, 72% reconhecem raramente ou nunca ter tido avarias telefónicas, 20% tem-nas com muito pouca frequência, 6% com alguma e apenas 2% com muita frequência. O Grande Porto está mais satisfeito com a qualidade dos serviços telefónicos, sendo as classes altas e média alta as mais satisfeitas. Nos restantes distritos, e no que respeita às médias mais altas para as avarias, Évora, Guarda, Vila Real e Viseu assumem-se como os distritos mais afectados. Quanto ao Serviço de Atendimento, este é considerado Bom para 68% dos consumidores, Muito Bom para 8%, Mau para 6% e Muito Mau para 1%. As classes alta e média alta são as mais satisfeitas com o atendimento. Nos restantes distritos o serviço de atendimento é geralmente considerado Bom. O serviço de Atendimento nas lojas da Portugal Telecom também é considerado bom para 50% dos inquiridos, Muito Bom para 6%, Mau para 4% e muito Mau para 1%. As classes média e média baixa encontram-se entre as mais satisfeitas com este serviço. Nos restantes distritos este serviço está genericamente classificado como sendo Bom. Contactos: José Maria Amado Tel. 500 50 85 ou Marta Leandro 500 51 42
2,726