NOTA! Este site utiliza cookies e tecnologias similares.

Se não alterar as configurações do seu navegador, está a concordar com a sua utilização.

Compreendo
Operadora responde a cliente com palavrão

Operadora responde a cliente com palavrão

quinta, 25 fevereiro, 2010 /
Operadora responde a cliente com palavrão E se enviasse uma mensagem para uma operadora de telemóvel a reclamar do serviço e recebesse como resposta... um palavrão?

Parece incrível, mas a verdade é que isso aconteceu na Nova Zelândia. Uma cliente ligou para uma operadora em Wanganui, a manifestar-se insatisfeita com a companhia, controlada pela Telecom.

A resposta que apareceu no visor do telemóvel foi rápida, curta e directa: «F*** you, client!»

De acordo com o site «R7», até o presidente da Câmara de Wanganui decidiu tomar as dores da cliente da empresa. Michael Laws tem um programa de rádio local e comentou o episódio da mensagem de texto que classifica de «suja».

A cliente da Telecom, identificada pelo «R7» como «Vanessa», telefonou ao autarca a pedir-lhe que obrigasse a empresa a retratar-se.

A Telecom já fez entretanto saber que está a investigar o caso. O porta-voz Nick Brown afirma que a ocorrência «não é comum» e é «grave». O porta-voz diz ainda que está a tentar contactar a cliente, para conversar com ela.

Por : Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. - Telemoveis.com
Telemoveis.com on Facebook
Siga-nos no Twitter!
3,033

Autores

Telemoveis.com

Phone House anuncia novas campanhas de lançamento

Por Telemoveis.com | 21 fevereiro 2019

Colaborações

MindShaker

O que saber sobre desbloquear o telemóvel?

Por MindShaker | 17 julho 2018

THERENT.ZONE

HTC Vive vs Oculus Rift: qual o melhor equipamento de realidade virtual?

Por THERENT.ZONE | 21 março 2018

eMenuk

Sistema de Menu Digital Para Restaurantes

Por eMenuk | 15 março 2017

Surf Map Portugal

Tecnologia no Surf

Por Surf Map Portugal | 07 março 2017

Colunistas

Lauro Lopes

Google Pixel 3 XL análise

Por Lauro Lopes | 06 fevereiro 2019