NOTA! Este site utiliza cookies e tecnologias similares.

Se não alterar as configurações do seu navegador, está a concordar com a sua utilização.

Compreendo
Kino.to, fundador condenado por pirataria informática

Kino.to, fundador condenado por pirataria informática

segunda-feira, 18 junho, 2012 /
Kino.to, fundador condenado por pirataria informática

Kino.to, fundador de website foi condenado por pirataria informática. Dirk B. condenado a 4 anos e meio de prisão por violar direitos de autor.

Dirk B, um dos fundadores do Kino.to - um dos websites de partilha de ficheiros mais populares em território Europeu -, foi condenado a 4 anos e meio de prisão, de acordo com as informações avançadas pelo Deutsche Welle.

Dirk B, de 39 anos, foi condenado por um juíz alemão depois de confessar ter cometido crimes relacionados com direitos de autor no seu website, o qual permitia que os seus utilizadores pudessem ver filmes ilegalmente, via streaming.

Kino.to, fundador condenado por pirataria informática

A acusação pretendia ver aplicada uma pena de 11 anos de prisão, mas o tribunal considerou que dada a confissão do arguido, em conjunto com um pedido de desculpas, a pena poderia ser reduzida para menos de metade do que a acusação pedia. O fundador do Kino.to terá que pagar ainda uma multa de 4.7 milhões de dólares por violação de direitos de autor.

Veja também:

SOPA, PIPA e ACTA, o que são ?

2,580