NOTA! Este site utiliza cookies e tecnologias similares.

Se não alterar as configurações do seu navegador, está a concordar com a sua utilização.

Compreendo
Inquérito revela que os jovens cada vez mais assumem ser contra a pirataria online

Inquérito revela que os jovens cada vez mais assumem ser contra a pirataria online

quarta-feira, 07 abril, 2010 /
Inquérito revela que os jovens cada vez mais assumem ser contra a pirataria online Mais de 40.000 jovens participaram no inquérito organizado pela rede social Habbo.pt - Mais de 62% dos jovens admite que prefere ainda comprar um CD de música em lojas oficiais Partilhar

O Hotel Habbo, maior mundo virtual e a maior comunidade para adolescentes do mundo, realizou mais um inquérito online destinado a todos os membros da comunidade habbo.pt. Sobre o tema "O que pensam os jovens da pirataria online". Os responsáveis do Habbo quiseram saber quais os hábitos de consumo online dos muitos jovens entre os 13 e os 18 anos.

De entre as mais de 40.000 respostas a conclusão é contudo surpreendente. Contrariando as últimas tendências, grande parte dos jovens assume ser contra a pirataria online uma vez que prejudica claramente as indústrias da música, cinema e televisão a nível mundial.

Questionados sobre a aquisição de músicas, vídeos ou jogos pela internet cerca de 82% dos inquiridos respondeu que o faz através de sites autorizados como Youtube ou iTunes. Já 13% assume recorrer a sites ilegais onde realiza os downloads. Uma das questões presentes no inquérito habbo era saber como é que os jovens tomam contacto com a pirataria existente na internet. Mais de 41% afirma ter descoberto sozinho(a), 30% descobriu através de amigos, 6% reponderam que foi com ajuda do pai ou mãe que consultou sites de download ilegais e 16% dizem nunca ter consultado nenhum site de downloads ilegais.

Uma última pergunta remetia os jovens para responderem o que é que no futuro poderá fazer com que as pessoas parem com a pirataria online. Cerca de 40% respondeu que a situação só irá acabar quando as pessoas perceberem que poderão vir a ter menos filmes, músicas e jogos uma vez que a indústria poderá não ter dinheiro para fazer frente ao consumo pirata na internet. 29% Acreditam que a redução do tempo de consumo de internet nas famílias poderia ser uma forma de combater os downloads ilegais. Já 31% acredita que se as penas judiciais para quem faça downloads não autorizados na internet fossem maiores, a pirataria online diminuiria de forma drástica.

O inquérito sobre pirataria na internet foi realizado no final do mês de Março na rede social Habbo.pt. O inquérito contou com a participação de 41.194 jovens com idades compreendidas entre os 13 e os 18 anos.

Sobre o Hotel Habbo:

O Hotel Habbo é o maior mundo virtual para adolescentes que possibilita aos seus membros criar os seus próprios ambientes virtuais podendo interagir com outros adolescentes e pessoas do mundo inteiro. Para fazer parte da comunidade Habbo Hotel cada utilizador tem de criar a sua própria personagem online, totalmente personalizada e denominada Habbo. Actualmente o Habbo Hotel está implementado em 36 países, possuindo, até à data, mais de 156 milhões de utilizadores registados. Em Portugal os utilizadores podem aceder ao Habbo Hotel através do endereço www.habbo.pt.

Por : Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. - Telemoveis.com
Telemoveis.com on Facebook
Siga-nos no Twitter!
3,187