NOTA! Este site utiliza cookies e tecnologias similares.

Se não alterar as configurações do seu navegador, está a concordar com a sua utilização.

Compreendo
Google Notícias boicotado no Brasil, França pode seguir exemplo

Google Notícias boicotado no Brasil, França pode seguir exemplo

terça-feira, 30 outubro, 2012 /
Google Notícias boicotado no Brasil, França pode seguir exemplo

Google Notícias deve pagar por conteúdos de jornais franceses, de acordo com governo de Paris. Exigências recordam boicote ao Google Notícias no Brasil.

O governo francês acredita que a Google deve pagar aos jornais franceses para ter o privilégio de linkar os utilizadores para os respectivos sites de notícias, de acordo com as últimas informações avançadas pelo BGR. A Google, por sua vez, terá ameaçado retirar todos os websites franceses de notícias do seu índice, o que poderia resultar na perda de aproximadamente 4 mil milhões de visualizações por ano. Eric Schmidt, presidente do conselho de administração da Google, deverá viajar até França esta semana para discutir o problema.

Fleur Pellerin, ministro das tecnologias francês, terá ainda referido que caso a gigante norte-americana consiga chegar a acordo com os vários editores franceses, que não será necessária nenhuma legislação.

Google Notícias boicotado no Brasil, França pode seguir exemplo

Não queremos aparecer como um país que é anti-Google, referiu Pellerin em entrevista à Quartz. Obviamente que a Google é uma ferramenta fantástica e é um dos maiores actores do ecossistema digital. O que eu sugeria - e o que eu vou sugerir à Google e à imprensa - é que comecem a negociar. E se não houver nenhum acordo entre ambas as partes? Bem, [aí] veremos.

Esta situação é semelhante à que ocorreu recentemente no Brasil, em que vários jornais e publicações brasileiros optaram por boicotar o Google News por considerarem que a gigante norte-americana gera receitas de publicidade com conteúdos produzidos por esses meios. Que opinão têm os leitores? Deixem-nos o vosso feedback!

2,735