NOTA! Este site utiliza cookies e tecnologias similares.

Se não alterar as configurações do seu navegador, está a concordar com a sua utilização.

Compreendo
Facebook passa a moderar conteúdos violentos ou perturbadores

Facebook passa a moderar conteúdos violentos ou perturbadores

domingo, 18 janeiro, 2015 /
Facebook passa a moderar conteúdos violentos ou perturbadores

A rede social de Mark Zuckerberg vai desabilitar a reprodução automática em vídeos com conteúdos violentos

 

 

*Artigo publicado também no iOnline


Além desta medida, o Facebook também começou a exibir avisos em vídeos com conteúdos descritos como sendo violentos ou perturbadores. Neles, os utilizadores são avisados que, se optarem por continuar, poderão deparar-se com conteúdos capazes de “chocar, ofender e perturbar”.

O alerta vem substituir a reprodução automática destes vídeos, o que não significa que o Facebook tenha abdicado deste sistema - a auto-reprodução deverá continuar, excepto em vídeos susceptíveis de perturbar os seus visualizadores.

Alguns conteúdos actualmente em circulação na rede social já se encontram abrangidos por este sistema. O vídeo que exibe a execução do agente Ahmed Merabat, assassinado em Paris pelos responsáveis pelo atentado terrorista ao jornal satírico Charlie Hebdo, na semana passada, é um exemplo.


O Facebook é conhecido por aplicar medidas moderadoras em fotografias consideradas impróprias, especialmente se estiverem expostas a utilizadores com menos de 18 anos. Estas medidas têm vindo a ser aplicadas de forma escalada e progressiva.

O Facebook afirma que estes alertas começaram a ser implementados em Dezembro de 2014, mas a rede social encontra-se a considerar realizar mais avanços, tais como colocar avisos em vídeos do Youtube e também em fotografias impróprias partilhadas na rede social.


2,696