NOTA! Este site utiliza cookies e tecnologias similares.

Se não alterar as configurações do seu navegador, está a concordar com a sua utilização.

Compreendo
Estatísticas Serviços Móveis - 3º trimestre de 2010

Estatísticas Serviços Móveis - 3º trimestre de 2010

quinta-feira, 09 dezembro, 2010 /
Estatísticas Serviços Móveis - 3º trimestre de 2010 No final do 3.º trimestre de 2010 (3T2010) existiam cerca de 16,14 milhões de estações móveis activas 1 associados a planos tarifários pós-pagos, pré-pagos e planos combinados/híbridos, mais 1,7 por cento do que no trimestre anterior. A penetração deste serviço ascendia a 151,7 por 100 habitantes, subindo, portanto, relativamente ao trimestre anterior.

Estações móveis / Equipamentos de utilizador activos do Serviço Móvel

No final do 3.º trimestre de 2010 (3T2010) existiam cerca de 16,14 milhões de estações móveis activas 1associados a planos tarifários pós-pagos, pré-pagos e planos combinados/híbridos, mais 1,7 por cento do que no trimestre anterior. Destas, cerca de 81,8 por cento foram efectivamente utilizadas no último mês do trimestre, menos 0,2 pontos percentuais do que no 2T2010.

Tabela 1- Estações móveis / Equipamentos de utilizador activos e com utilização efectiva

3.º Trimestre de  2010

Percentual

%

Variação Trimestral

(+/-)

Variação Trimestral

%

Número total de estações móveis / equipamentos de utilizador activos afectos a planos pós-pagos, pré-pagos e planos combinados/híbridos

16.139

100,0%

266

1,7%

dos quais com utilização efectiva

13.205

81,8%

182

1,4%

Planos pós-pagos

2.567

15,9%

-1

0,0%

dos quais pós-pagos com utilização efectiva

1.934

 

-22

-1,1%

Planos pré-pagos

11.603

71,9%

193

1,7%

dos quais pré-pagos com utilização efectiva

9.713

 

212

2,2%

Planos combinados/híbridos

1.970

12,2%

74

3,9%

dos quais combinados/híbridos com utilização efectiva

1.558

 

-8

-0,5%

Unidade: milhares de estações/equipamentos de utilizador.
Fonte: ICP-ANACOM

No 3T2010, os planos pós-pagos representaram 15,9 por cento do total, os planos pré-pagos cerca de 71,9 por cento e os planos combinados/híbridos cerca de 12,2 por cento. De referir que a percentagem de pós-pagos activos mas sem utilização efectiva é de 24,6 por cento, existindo um operador com um valor significativamente superior. Este facto poderá eventualmente estar associado às placas/modem, que são contabilizadas nesta rubrica.

Se excluirmos o número de placas/modem efectiva e exclusivamente utilizadas para acesso à Internet em banda larga móvel, o número de estações móveis/equipamentos de utilizador activos e com utilização efectiva no 3T2010 atingiu cerca de 11,9 milhões, mais 217 mil do que no 2T2010.

No quadro seguinte apresenta-se a distribuição por prestador do número total de estações móveis activas 2 associados a planos tarifários pós-pagos, pré-pagos e híbridos, do número destas estações que efectivamente utilizaram o serviço e do número destas estações excluindo as placas/modem.

Tabela 2 - Distribuição por prestador das Estações móveis / Equipamentos de utilizador activos, com utilização efectiva e excluindo placas/modem para acesso à Internet

3.º Trimestre de  2010

CTT

Optimus

TMN

Vodafone

Zon

Estações móveis/Equipamentos de utilizador de planos pós-pagos, pré-pagos e híbridos

0,4%

15,4%

44,1%

39,3%

0,8%

Estações móveis/Equipamentos de utilizador de planos pós-pagos, pré-pagos e híbridos com utilização efectiva

0,5%

15,7%

44,0%

39,2%

0,7%

Estações móveis/Equipamentos de utilizador de planos pós-pagos, pré-pagos e híbridos com utilização efectiva,excluindo placas/modem para acesso à Internet

0,5%

14,4%

43,5%

41,2%

0,3%

Unidade: %.
Fonte: ICP-ANACOM

No final do 3T2010, a penetração deste serviço ascendia a 151,7 por 100 habitantes. De acordo com a informação disponível referente ao 2T2010, a penetração registada em Portugal (149,2 por 100 habitantes) mantinha-se acima da média da UE (123,2 por 100 habitantes).

Gráfico 1 - Taxa de penetração do serviço na UE27

Distribuição da penetração do serviço na UE27. Portugal encontra-se no 3º lugar do ranking com 149,2 assinantes por 100 habitantes no 2º Trimestre 2010.
(Clique na imagem para ver o gráfico numa nova janela)

De referir que a interpretação do valor do número de assinantes e da penetração do STM deve levar em conta que:

  • Existem utilizadores que dispõem de mais do que um cartão de acesso ao serviço. De acordo com o mais recente Inquérito ao consumo das comunicações electrónicas promovido pelo ICP-ANACOM, cerca de 10 por cento dos consumidores deste serviço dispõem de mais do que um cartão activo;
  • Existem cartões SIM para utilização exclusiva de serviços de dados e acesso à Internet;
  • Existem cartões activos afectos a máquinas, equipamentos e viaturas (p.ex. terminais de pagamento automático com recurso à rede móvel, equipamentos de alarme, segurança, telemetria e telemática, etc. ...);
  • Existem cartões afectos a empresas.

Utilizadores de serviços de 3ª geração

No 3T2010 o número de utilizadores habilitados a utilizar os serviços de banda larga ultrapassou os 10,1 milhões. Refira-se, uma vez mais, que a introdução de novos indicadores nem sempre permite apresentar valores comparáveis com os períodos anteriores.

O número de utilizadores activos e que efectivamente utilizaram serviços característicos de 3ª geração (i.e.videotelefonia, transmissão de dados em banda larga, mobile tv, etc...), atingiu cerca de 3,6 milhões, menos 4 por cento que no trimestre anterior.

Tabela 3 - Utilizadores de serviços de 3ª geração

3.º Trimestre de  2010

Variação Trimestral

(+/-)

Variação Trimestral

%

Variação Homóloga

(+/-)

Variação Homóloga

%

Nº total de utilizadores de serviços de banda larga (habilitados)

10.176

876

9,4%

4.454

77,8%

dos quais utilizadores de serviços 3G, upgradesstandardsequivalentes activos (que registaram tráfego no último mês do período de reporte)

3.608

-150

-4,0%

1.233

51,9%

dos quais com ligação à Internet através de placa/modem

1.256

-35

-2,7%

-

-

Unidade: milhares de utilizadores, %.
Fonte: ICP-ANACOM

Os utilizadores habilitados a utilizar os serviços de banda larga (UMTS/HSPA) representavam 63 por cento do total de estações móveis activas, enquanto os utilizadores activos constituíam 27,3 por cento do total estações móveis com utilização efectiva.

Do total de utilizadores de serviços de banda larga que registaram tráfego no último mês de reporte, cerca de 34,8 por cento são utilizadores do serviço de acesso à Internet em banda larga móvel através de placas/modem.

Gráfico 2 - Penetração do UMTS e serviços de 3ª geração

Peso relativo dos utilizadores de serviços 3G, serviços de banda larga móvel e estações móveis. No 3º Trimestre 2010 os utilizadores activos dos serviços 3G representavam 27,3 por cento do total de estações móveis com utilização efectiva. A percentagem de placas no total de utilizadores de serviços 3G com utilização efectiva era de 34,8 por cento.
(Clique na imagem para ver o gráfico numa nova janela)

Tráfego

Voz

No 3T2010 foram realizadas cerca de 2,26 mil milhões de chamadas, mais 4,6 por cento do que no trimestre anterior. Habitualmente, no 3T regista-se um aumento de tráfego de natureza sazonal.

Este crescimento trimestral foi influenciado sobretudo pelo crescimento das chamadas on-net - que representam 70 por cento do tráfego originado, mais 2,7 pontos percentuais do que no período imediatamente anterior à introdução dos planos que permitem realizar chamadas gratuitas entre os aderentes -, e pelas chamadas internacionais (período de férias de verão).

Em comparação com o trimestre homólogo do ano anterior, verificou-se um acréscimo de 6,6 por cento do número de chamadas, valor significativamente superior à taxa de crescimento do número de estações móveis activas. Também neste caso o maior contributo para o crescimento verificado foi o do tráfego dentro da rede (on-net). Os restantes tipos de chamadas registaram decréscimos.

Tabela 4 - Tráfego de voz: chamadas

3.º Trimestre de  2010

Distribuição do tipo de tráfego

Variação Trimestral

(+/-)

Variação Trimestral

%

Variação Homóloga

(+/-)

Variação Homóloga

%

Por origem de tráfego

2.264.051

100,0%

99.306

4,6%

140.801

6,6%

Rede própria - Rede própria

1.584.156

70,0%

68.783

4,5%

96.072

6,5%

Rede própria - Outros STM nacionais

412.147

18,2%

8.624

2,1%

-6.496

-1,6%

Rede própria - STF nacionais

98.961

4,4%

1.741

1,8%

n/a

n/a

Rede própria - nº curtos e nº não geográficos

95.502

4,2%

112

0,1%

n/a

n/a

Rede própria - Redes internacionais

73.284

3,2%

20.045

37,7%

-11.405

-13,5%

Por terminação de tráfego

2.192.280

100,0%

89.630

4,3%

86.207

4,1%

Rede própria - Rede própria

1.584.156

72,3%

68.783

4,5%

96.072

6,5%

Outros STM nacionais - Rede própria

417.038

19,0%

4.690

1,1%

-6.602

-1,6%

STF nacionais - Rede própria

111.276

5,1%

-4.105

-3,6%

-16.175

-12,7%

Redes internacionais - Rede própria

61.456

2,8%

10.351

20,3%

-5.441

-8,1%

Tráfego terminado em nº curtos e nº não geográficos

18.353

0,8%

9.911

117,4%

n/a

n/a

Unidade: milhares de chamadas, %.
Fonte: ICP-ANACOM

O número total de chamadas realizadas encontra-se dentro dos limites do intervalo de previsão resultante da tendência histórica e do efeito sazonal estimado.

Gráfico 3 - Evolução do tráfego de chamadas de voz

Evolução do número de minutos de conversação originados nas redes móveis e tendência histórica. O valor observado no 3º Trimestre 2010 está acima do limite superior do intervalo de previsão resultante da tendência histórica e do efeito sazonal estimado.
(Clique na imagem para ver o gráfico numa nova janela)

No mesmo período, o número de chamadas recebidas na rede móvel foi 2,19 mil milhões, valor que representa um acréscimo de 4,3 por cento face ao trimestre anterior, e de 4,1 por cento face ao trimestre homólogo do ano anterior.

O tráfego fixo-móvel apresenta, face ao trimestre homólogo do ano anterior, uma variação negativa significativa (-12,7 por cento), reforçando-se assim a tendência que se vem registando há alguns anos.

No 3T2010 foram realizadas, em média, cerca de 63 chamadas mensais por estação móvel activa e com utilização efectiva, excluindo as placas para acesso à Internet em banda larga móvel. Cerca de 44 das chamadas realizadas têm como destino o prestador de origem (mais duas que no período anterior) e 11 outro prestador do mesmo serviço.

Gráfico 4 - Número de chamadas e mensagens mensais por estação móvel activa com utilização efectiva, excluindo placas de acesso à Internet em banda larga móvel

Número de chamadas e mensagens mensais por estação móvel com utilização efectiva, excluindo placas de acesso à Internet em banda larga móvel. O número médio de mensagens foi de 296 (considerando apenas os utilizadores sms) e as chamadas 63, das quais 44 são chamadas on-net.
(Clique na imagem para ver o gráfico numa nova janela)

O número de minutos de conversação originados nas redes móveis totalizou, no 3T2010, cerca de 5,3 mil milhões, registando um aumento de 8,7 por cento, em relação ao trimestre anterior. O valor observado no 3T2010 está acima do limite superior do intervalo de previsão resultante da tendência histórica e do efeito sazonal estimado.

Face ao mesmo trimestre do ano anterior, o número de minutos de conversação cresceu 14,8 por cento, valor significativamente acima da taxa de crescimento do número de estações móveis activas.

Os principais componentes e factores que justificam esta evolução são os mesmos que foram anteriormente mencionados no caso das chamadas. (Em particular, desde o lançamento dos planos que permitem realizar chamadas gratuitas entre os aderentes, o peso do tráfego on-net aumentou 8,7 pontos percentuais).

Tabela 5 - Tráfego de voz: minutos

3.º Trimestre de 2010

Distribuição do tipo de tráfego

Variação Trimestral

(+/-)

Variação Trimestral

%

Variação Homóloga

(+/-)

Variação Homóloga

%

Por origem de tráfego

5.320.145

100,0%

427.120

8,7%

684.548

14,8%

Rede própria - Rede própria

4.135.520

77,7%

364.522

9,7%

688.557

20,0%

Rede própria - OutrosSTM nacionais

730.679

13,7%

22.512

3,2%

-15.956

-2,1%

Rede própria - STFnacionais

169.811

3,2%

7.715

4,8%

n/a

n/a

Rede própria - nº curtos e nº não geográficos

95.166

4,2%

-2.623

-2,7%

n/a

n/a

Rede própria - Redes internacionais

188.969

3,6%

34.994

22,7%

-14.789

-7,3%

Por terminação de tráfego

5.302.305

100,0%

406.210

8,3%

648.151

13,9%

Rede própria - Rede própria

4.135.520

78,0%

364.522

9,7%

688.557

20,0%

Outros STM nacionais - Rede própria

739.232

13,9%

13.488

1,9%

-17.673

-2,3%

STF nacionais - Rede própria

218.966

4,1%

-3.115

-1,4%

-35.261

-13,9%

Redes internacionais - Rede própria

183.084

3,5%

21.093

13,0%

-12.975

-6,6%

Tráfego terminado em nº curtos e nº não geográficos

25.503

0,5%

10.222

66,9%

n/a

n/a

Unidade: milhares de minutos, %.
Fonte: ICP-ANACOM

Gráfico 5 - Evolução do tráfego de minutos de voz

Evolução do número de minutos de conversação originados nas redes móveis e tendência histórica. O valor observado no 3º Trimestre 2010 está acima do limite superior do intervalo de previsão resultante da tendência histórica e do efeito sazonal estimado.
(Clique na imagem para ver o gráfico numa nova janela)

Refira-se igualmente que a duração média das chamadas originadas na rede móvel, neste trimestre, manteve a tendência crescente, verificando-se uma média de 141 segundos por chamada, cerca de 5 segundos mais que no trimestre anterior e 10 segundos mais que no mesmo período do ano anterior.

número de minutos terminados nas redes móveis foi de 5,3 mil milhões, valor que representa um acréscimo de 8,3 por cento relativamente ao trimestre anterior.

Em termos anuais, o tráfego de entrada cresceu 13,9 por cento, impulsionado pelo tráfego on-net. Refira-se que o tráfego fixo-móvel diminuiu 13,9 por cento em relação ao período homólogo do ano anterior, mantendo a tendência dos últimos anos.

SMS

No 3T2010 foram enviadas mais de 6,6 mil milhões de mensagens escritas. Este valor é cerca de 0,7 por cento superior ao verificado no trimestre anterior. Face ao mesmo período de ano anterior verificou-se também um crescimento de 0,7 por cento.

Tabela 6 - Mensagens escritas

3.º Trimestre de 2010

Variação Trimestral

(+/-)

Variação Trimestral

%

Variação Homóloga

(+/-)

Variação Homóloga

%

Número de SMS originadas

6.626.646

45.008

0,7%

46.215

0,7%

Unidade: milhares de mensagens.
Fonte: ICP-ANACOM

Ao longo do tempo, o tráfego de mensagens escritas do serviço móvel tem observado uma tendência crescente apresentando nos últimos trimestres um abrandamento. O valor correspondente ao período em análise encontra-se dentro do intervalo de previsão.

Gráfico 6 - Evolução do tráfego de mensagens

Evolução do tráfego de mensagens. Ao longo do tempo, o tráfego de mensagens escritas do serviço móvel tem observado uma tendência crescente apresentando nos últimos trimestres um abrandamento. O valor correspondente ao período em análise encontra-se, dentro do intervalo de previsão.
(Clique na imagem para ver o gráfico numa nova janela)

De referir que o número de mensagens de valor acrescentado foi de 15 milhões, o que é equivalente a 0,2 por cento do total de SMS enviados.

O número médio mensal de mensagens enviadas por utilizador deste serviço, neste período, foi de 296, o que representa perto de 10 mensagens por dia. Refira-se que este valor é superior ao divulgado em relatórios anteriores onde se apresentava o número médio mensal de SMS por utilizador do STM. Agora apresenta-se o número de mensagens por utilizador do serviço de mensagens escritas, o que permite obter uma imagem mais real do nível de utilização deste serviço. Verifica-se que o número de utilizadores do serviço de mensagens escritas representa, em média, cerca de 57 por cento do total de estações móveis com utilização efectiva.

MMS

No 3T2010 os utilizadores do serviço móvel enviaram perto de 34,5 milhões de MMS, valor 13,7 por cento do que no período anterior e cerca de 3 vezes superior ao crescimento do número de utilizadores verificado neste trimestre (4,5 por cento). Em termos homólogos o número de mensagens multimédia enviadas pelos utilizadores deste serviço cresceu 12,4 por cento.

Tabela 7 - Mensagens multimédia

3.º Trimestre 2010

Variação Trimestral

(+/-)

Variação Trimestral

%

Variação Homóloga

(+/-)

Variação Homóloga

%

Número de MMS originadas

34.477

4.155

13,7%

3.809

12,4%

Unidade: milhares de sessões via APN MMS.
Fonte: ICP-ANACOM

Apesar das taxas de crescimento elevadas, os valores absolutos do tráfego deste serviço são relativamente reduzidos. A possibilidade de utilização deste serviço é condicionada pelos equipamentos disponíveis, pelo que a sua utilização não é muito frequente.

O número de utilizadores que utilizaram o serviço de mensagens multimédia, que representam cerca de 11 por cento do total de estações móveis com utilização efectiva.

Em média, neste trimestre, cada utilizador enviou cerca de 7 mensagens multimédia por mês.

Vídeochamadas

No 3T2010 foram realizadas mais de 1,3 milhões de vídeochamadas, menos 11,7 por cento do que no trimestre anterior. O tempo de conversação associado a estas vídeochamadas diminuiu 7 por cento face ao trimestre anterior.

Tabela 8 - Vídeochamadas

3.º Trimestre de 2010

Unidade

Variação Trimestral

(+/-)

Variação Trimestral

%

Variação Homóloga

(+/-)

Variação Homóloga

%

Número de vídeochamadas

Milhares de chamadas

1.343

-177

-11,7%

-106

-7,3%

Volume de tráfego de vídeochamadas

Milhares de minutos

5.210

-395

-7,0%

-464

-8,2%

Unidade: milhares.
Fonte: ICP-ANACOM

Relativamente ao período homólogo do ano anterior, o número de vídeochamadas realizadas pelos utilizadores deste serviço decresceu 7,3 por cento, e o tempo de conversação cerca de 8,2 por cento. A utilização desta facilidade de serviço, pelas suas características, está também dependente dos equipamentos disponíveis, exigindo que, tanto o chamador como o chamado, disponham de equipamentos compatíveis com o serviço.

Mobile TV

No 3T2010 o número de utilizadores do serviço de mobile TV ascendeu a pouco mais de 57,9 milhares (1,6 por cento do total de estações móveis com utilização efectiva de serviços 3G). Face ao trimestre anterior (2T2010), verifica-se um decréscimo de cerca de 18 por cento no número de utilizadores, facto que poderá estar associado à realização do campeonato do mundo de futebol no decorrer do 2T2010.

O serviço de mobile TV contabilizou cerca de 1,4 milhões de sessões, o que corresponde a cerca de 8 sessões por utilizador por mês.

Tráfego de Roaming

No trimestre em análise (3T2010), e em relação ao trimestre anterior, o tráfego de roaming in 3 registou um acréscimo de 88,5 por cento no caso das chamadas, 74,5 por cento no caso dos minutos e 122,6 por cento no caso das mensagens.

Tabela 9 - Tráfego de roaming in

3.º Trimestre de 2010

Originadas

Recebidas

Variação Trimestral

(+/-)

Variação Trimestral

%

Variação Homóloga

(+/-)

Variação Homóloga

%

Número de chamadas

63.216

64%

36%

29.686

88,5%

-1 195

-1,9%

Número de minutos

127.235

59%

41%

54.311

74,5%

-2 074

-1,6%

Mensagens escritas

203.507

32%

68%

112.087

122,6%

33.507

19,7%

Duração média das chamadas

(segundos)

112

136

 

Unidade: milhares.
Fonte: ICP-ANACOM

O terceiro trimestre de cada ano é normalmente caracterizado por um aumento do tráfego roaming in, por estar associado às férias estivais.

Relativamente ao mesmo trimestre do ano anterior, registaram-se decréscimos de 1,9 e 1,6, respectivamente no caso das chamadas e minutos e um acréscimo de 19,7 por cento nas mensagens.

O tráfego de roaming out 4 apresentou variações trimestrais de 10,5, 10,3 e 25 por cento nas chamadas, minutos e mensagens, respectivamente.

(De referir que, ao contrário dos relatórios anteriores, desde o 1T2010 o tráfego de mensagens em roaming out apenas contempla as mensagens enviadas. O valor publicado até ao 4T2009, continha todas as mensagens, enviadas e recebidas, quando em roaming, fora do país).

Tabela 10 - Tráfego de roaming out

3.º Trimestre de 2010

Originadas

Recebidas

Variação Trimestral

Variação Homóloga

(+/-)

%

(+/-)

%

Número de chamadas

30.487

49%

51%

2.886

10,5%

2.963

10,8%

Número de minutos

75.842

41%

59%

7.088

10,3%

6.570

9,5%

Mensagens escritas enviadas

26.581

n/a

n/a

5.316

25,0%

n/a

n/a

Duração média das chamadas

(seg)

124

174

 

Unidade: milhares.
Fonte: ICP-ANACOM

Em relação ao mesmo trimestre do ano anterior, as chamadas e minutos em roaming out registaram igualmente variações positivas (10,8 e 9,5 por cento, respectivamente).

O número médio de utilizadores do serviço de roaming internacional, fora de Portugal representa cerca de 7,5 por cento do total de estações móveis activas com utilização efectiva.

A balança de tráfego de roaming (tráfego de roaming in – tráfego de roaming out), neste trimestre foi positiva no caso do tráfego em minutos (51 milhões de minutos; o tráfego roaming in foi superior ao tráfego roaming out cerca de 67,8 por cento). Como se pode verificar abaixo, o 3T2010 é normalmente caracterizado por um superávit desta balança. No 3T2010, o valor registado foi inferior ao do ano anterior (3T2009).

Gráfico 7 - Evolução trimestral da balança de tráfego de roaming – minutos (in – out)

Evolução trimestral da balança de tráfego de roaming em minutos (diferença entre roaming in e out). O 3º Trimestre 2010 é normalmente caracterizado por um superávit desta balança.
(Clique na imagem para ver o gráfico numa nova janela)

No caso das mensagens (apenas as enviadas), a balança de tráfego é também positiva (39 milhões de mensagens, 148 por cento acima do tráfego em roaming out). Os assinantes de redes estrangeiras enviaram mais mensagens em Portugal do que os assinantes de redes nacionais quando se deslocaram ao estrangeiro.

Gráfico 8 - Evolução da balança de tráfego de roaming – mensagens enviadas (in – out)

Balança de tráfego de roaming de mensagens enviadas (diferença entre roaming in e out). O saldo é positivo, o que significa que os assinantes de redes estrangeiras enviaram mais mensagens em Portugal do que os assinantes de redes nacionais no estrangeiro.
(Clique na imagem para ver o gráfico numa nova janela)


1 Estações móveis activas são aquelas que se encontram habilitadas a usufruir dos serviços sem que necessariamente o tenham utilizado.
2 Estações móveis activas são aquelas que se encontram habilitadas a usufruir dos serviços sem que necessariamente os tenham utilizado.
3 Tráfego cursado (originado e terminado) nas redes nacionais por assinantes de redes estrangeiras.
4 Tráfego gerado e terminado por assinantes dos operadores nacionais enquanto utilizadores de redes de outros operadores no estrangeiro.

5,544