NOTA! Este site utiliza cookies e tecnologias similares.

Se não alterar as configurações do seu navegador, está a concordar com a sua utilização.

Compreendo
Como fará a Google as pazes com a União Europeia?

Como fará a Google as pazes com a União Europeia?

segunda-feira, 15 abril, 2013 /
Como fará a Google as pazes com a União Europeia?

Através de um acordo com a Comissão Europeia, onde a Google tem que assinalar os seus próprios serviços quando estes surgirem nos resultados de busca.

A Google e a Comissão Europeia poderão estar a trabalhar num acordo que deverá permitir à gigante norte-americana evitar multas ou sanções pesadas, segundo noticiou o Financial Times, que cita 'várias pessoas familiarizadas com o acordo'.

Esse acordo, com validade de cinco anos, seria exclusivo para os utilizadores europeus e implicaria que a Google assinalasse os seus próprios serviços quando estes surgissem nos resultados do seu motor de busca, mas também imnplicaria que destacasse os motores de busca rivais que actuem em áreas específicas como restaurantes, compras ou viagens, entre outras.

Como fará a Google as pazes com a União Europeia?

De acordo com as informações avançadas pelo Público, a Google apresentou à Comissão Europeia várias propostas e modificações ao seu serviço de forma a evitar o avanço do processo por práticas anticoncorrenciais, o qual teve origem numa queixa apresentada à Comissão Europeia há três anos.

Joaquín Almunia, comissário europeu para a concorrência, afirmou em entrevista ao New York Times que a Google não teria muita opção de escolha e que teria inevitavelmente que assinalar os seus próprios serviços quando exibisse resultados no motor de busca, tanto na versão desktop como mobile. Almunia referiu ainda que será enviado um questionário às empresas queixosas, nas quais se inclui a Microsoft e a TripAdvisor, entre outras, para obter feedback em relação às propostas da Google.

2,182