NOTA! Este site utiliza cookies e tecnologias similares.

Se não alterar as configurações do seu navegador, está a concordar com a sua utilização.

Compreendo
Apple renuncia certificação EPEAT

Apple renuncia certificação EPEAT

sábado, 14 julho, 2012 /
Apple renuncia certificação EPEAT

Apple renunciou a certificação ecológica EPEAT. Como contrapartida, cidade de São Francisco quer proibir funcionários de adquirirem produtos Apple.

A Apple já não é tão bem vinda quanto isso à cidade de São Francisco, de acordo com as informações avançadas pelo Público. A cidade está a ponderar proibir os seus funcionários de adquirirem produtos da fabricante da maçã após esta ter abandonado o programa de certificação EPEAT - Electronic Product Environmental Assessment Tool.

Estamos desapontados que a Apple se tenha retirado da EPEAT, e esperamos que esta medida faça reconsiderar esta decisão, declarou Melanie Nutter, directora do departamento ambiental da cidade de São Francisco.

Apple renuncia certificação EPEAT

As companhias que desejem obter uma certificação ecológica EPEAT são obrigadas a pagar uma taxa anual para que os seus produtos sejam avaliados. A medida, contudo, diz respeito aos computadores Mac da fabricante, já que a certificação EPEAT ainda não abrange smartphones ou tablets.

A Apple tem uma aproximação compreensiva para medir o nosso impacto ambiental e todos os nossos produtos cumprem os requisitos de eficiêcnia energética nos Estados Unidos da América. Lideramos a indústria e declaramos as emissões produzidas na construção de cada um dos nossos produtos, na nossa página da internet, e ainda outras medidas não contabilizadas pela EPEAT, como a remoção de materiais tóxicos, referiu Eristin Huguet, porta-voz da Apple.

2,104
Tags
Apple