NOTA! Este site utiliza cookies e tecnologias similares.

Se não alterar as configurações do seu navegador, está a concordar com a sua utilização.

Compreendo
Apple, Google e Facebook: PRISM? O que é isso?

Apple, Google e Facebook: PRISM? O que é isso?

sexta, 07 junho, 2013 /
Apple, Google e Facebook: PRISM? O que é isso?

A Apple, Google e Facebook negam conhecer o programa PRISM e o fornecimento de dados dos seus utilizadores à Agência de Segurança Nacional norte-americana.

Não é que já não existissem suspeitas, mas desta vez o assunto tornou-se realmente mediático: a Agência de Segurança Nacional dos EUA (SNA) tem um alegado programa secreto que lhe permite ter acesso aos servidores das principais empresas tecnológicas norte-americanas, nas quais se incluem nomes como Google, Apple e Facebook.

Por outras palavras, isto significa que a NSA tem facilmente acesso aos e-mails, fotografias, imagens e vídeos que passam através dos servidores destes serviços. As informações já se parecem dividir a respeito dos dados de utilizadores analisados: o The Guardian afirma que são recolhidas informações de utilizadores de todo o mundo, enquanto que o The Washington Post afirma que só são analisados dados de utilizadores estrangeiros.

Apple, Google e Facebook: PRISM? o que é isso?

Este programa tem sido divulgado como PRISM e o seu conhecimento já foi oficialmente negado por porta-vozes dla Apple, Google e Facebook, que sublinham não permitir acesso aos dados dos seus utilizadores - excepto, claro está, em situações onde os utilizadores sejam suspeitos de crime e onde sejam cumpridos todos os requisitos legais para efectuar o pedido judicialmente.

Outros nomes como a Microsoft, SKype, Yahoo! e AOL, entre outros, aparecem associados ao programa PRISM.

4,486