NOTA! Este site utiliza cookies e tecnologias similares.

Se não alterar as configurações do seu navegador, está a concordar com a sua utilização.

Compreendo
Acesso às redes sociais entre jovens portugueses aumentou 4 vezes em 6 anos

Acesso às redes sociais entre jovens portugueses aumentou 4 vezes em 6 anos

terça, 20 março, 2018 /
Acesso às redes sociais entre jovens portugueses aumentou 4 vezes em 6 anos

 

 

O acesso às redes sociais aumentou 4 vezes e é uma das principais motivações para a utilização de internet do telemóvel, de acordo com as conclusões de um estudo do INOV-INESC/IST.

 

Uma equipa de investigadores do INOV-INESC/IST, responsável pelo projecto FAQtos, divulgou as conclusões sobre seis anos de inquérito aos jovens portugueses acerca da utilização do telemóvel, no estudo "Telemóveis e os Jovens: Utilização e Preocupações 2016/2017". Ao todo foram feitos 9.091 inquéritos em 138 estabelecimentos de ensino secundário em todo o país, ao longo de seis anos lectivos (entre 2010 e 2017).

As conclusões indicam que os jovens entre os 15 e os 22 anos aumentaram em 3 vezes a utilização de internet no telemóvel: de 33%, em 2010/2011, para mais de 97% em 2016/2017. Nesse período o acesso às redes sociais aumentou 4 vezes, sendo uma das principais motivações num universo em que mais de 92% possui um tarifário com pacote de dados, mas onde só 20% apontam restrições à utilização por parte dos pais.

Os dados também revelam que a maioria dos inquiridos tem telemóvel desde os 10 anos (idade coincidente ocm entrada no 2º ciclo do Ensino Básico), sendo que apenas 39 alunos indicaram não ter qualquer dispositivo de comunicações móveis. Em contrapartida, o número de jovens com mais de um telemóvel está em decréscimo: 6% em 2016/2017 contra os quase 20% em 2015/2016 - os investigadores explicam esta tendência com os planos de dados e tarifários com comunicações ilimitadas, inclusive entre operadoras diferentes, que situam o gasto mensal médio para todos os alunos nos 9,88€.

Aluguer de Dispositivos Tecnológicos

Os dados indicam que, além do acesso à internet, os serviços mais utilizados pelos jovens portugueses são a Voz, a SMS e ouvir música/rádio, com uma elevada percentagem de utilização do auricular (58% no total dos seis anos de estudo). Outras opções incluem ainda os filmes/vídeos, as fotografias e a leitura. As tendências na utilização reportam valores bastante elevados: em média, 93 SMSs enviados e cerca de 27 minutos de chamadas por dia. No entanto, o número de jovens com valores diários acima destas médias é muito expressivo, de acordo com os investigadores.

A crescente utilização de aplicações de troca de mensgens baseadas na internet (WhatsApp, Viber e Snapchat, entre outras), encorajada por tarifários com pacotes de dados, teve impacto directo no hábito de enviar SMS, particularmente expressiva nos primeiros três anos do projecto. As raparigas continuam a fazer telefonemas mais longos (em média, mais 8 minutos por dia) e enviam mais SMSs (mais 14 por dia) do que os rapazes. O número médio de chamadas diárias apresenta valores próximos tanto para rapazes como para raparigas: 4 telefonemas diários. 

36% dos jovens portugueses preocupam-se com os possíveis efeitos das radiações, face aos 19% que já procuraram informação sobre o tema.

4,790

Colaborações

MindShaker

O que saber sobre desbloquear o telemóvel?

Por MindShaker | 17 julho 2018

THERENT.ZONE

HTC Vive vs Oculus Rift: qual o melhor equipamento de realidade virtual?

Por THERENT.ZONE | 21 março 2018

eMenuk

Sistema de Menu Digital Para Restaurantes

Por eMenuk | 15 março 2017

Surf Map Portugal

Tecnologia no Surf

Por Surf Map Portugal | 07 março 2017

Colunistas

Lauro Lopes

Como fazer captura de ecrã no Android?

Por Lauro Lopes | 08 agosto 2018

close