NOTA! Este site utiliza cookies e tecnologias similares.

Se não alterar as configurações do seu navegador, está a concordar com a sua utilização.

Compreendo
5 razões porque o Youtube não precisa de lançar um serviço tipo Spotify

5 razões porque o Youtube não precisa de lançar um serviço tipo Spotify

sexta-feira, 25 outubro, 2013 /
5 razões porque o Youtube não precisa de lançar um serviço tipo Spotify

Admita: quantas vezes não acedeu ao Youtube para mostrar aos seus amigos aquela música fantástica que tem andado a ouvir?

O Youtube é enorme na internet, e é provavelmente um dos sites onde muitos de nós já perderam mais horas da sua vida a consumir conteúdos. E apesar de ser um site intrinsecamente ligado à produção de vídeo, a indústria musical desempenha um papel muito significativo na sua popularidade.

Alguns rumores, contudo, sugerem que o Youtube poderia estar interessado em apostar na indústria do streaming musical e lançar o seu próprio concorrente do Spotify. Compreendemos o motivo: até a Apple deseja uma fatia desta indústria que ajudou a alavancar. Mas precisará mesmo o Youtube disso? Nós achamos que não.

Veja também: Youtube Music Awards: já votou no seu artista favorito?

5 razões porque o Youtube não precisa de lançar um serviço tipo Spotify

1) O Youtube já é mais popular que o Spotify

O Spotify é bem sucedido, mas o Youtube é ainda mais. O serviço de vídeos detido pela Google não é apenas grande - é gigantérrimo dentro do contexto da Internet. Quantas vezes não recorreu ao Youtube para mostrar "aquela música" fantástica aos seus amigos, sem necessariamente se interessar pelo vídeo? Esta não é a principal proposta do site, claro, mas o Youtube é possivelmente um dos leitores de música mais populares da Internet, mesmo que essa não tenha sido a sua intenção inicial. E mesmo com serviços de streaming de música à disposição, o Youtube continua ser uma aparelhagem digital bastante popular.

2) Possivelmente o Youtube disponibiliza mais conteúdo musical que o Spotify, o SoundCloud e o MySpace

O Youtube disponibiliza de tudo e, apesar de não ser tão direccionado para um público-alvo tão específico como as outras plataformas mencionadas, consegue ainda assim disponibilizar uma vasta biblioteca de conteúdos. Isto é válido inclusive para amantes de música, que possivelmente conseguem ter mais facilidade em encontrar determinados projectos underground no Youtube do que no Spotify ou no MySpace.

Veja também: Como o Kanye West saiu a ganhar com um vídeo viral no Youtube

5 razões porque o Youtube não precisa de lançar um serviço tipo Spotify

3) Aceder ao Youtube não requer nenhum curso

É verdade que o acesso ao Spotify, especialmente desde que introduziu o seu web player, não é demasiado complicado. De facto, o acesso ao Facebook veio facilitar a adesão a muitos serviços e websites por essa internet fora. Mas o Youtube consegue ser ainda mais simples e básico do que isso - não necessitamos realmente de ter uma conta para podermos aceder ao website de vídeos mais popular da internet. E quando olhamos para o segmento mobile, para o qual necessitamos de uma conta Premium no Spotify, essa simplicidade é ainda mais acentuada. De facto, a única ocasião no Youtube onde provavelmente precisamos de validar a nossa conta de utilizador é em vídeos cujos conteúdos não sejam apropriados para as grandes audiências.

4) Em vez de um novo serviço de streaming, o Youtube deveria acrescentar um botão de Replay e simplificar a gestão das suas playlists

Quantas vezes não leu, nos comentários ao seu vídeo musical favorito, que o que fazia falta ao Youtube seria um botão para repetir? Esta é uma exigência que levou à criação de sites cujo único propósito é o de repetir, em loop, vídeos específicos do Youtube, à escolha do utilizador. E sabe que mais? Este tipo de sites goza de enorme popularidade. Também gerir playlists no Youtube é um processo que, honestamente, não é assim tão intuitivo no Youtube. Ainda assim não impede que playlists exclusivamente musicais, onde o vídeo é secundário ou praticamente inexistente, abundem no site.

Veja também: Conheça o Telemoveis.com no Youtube (vídeo)

5 razões porque o Youtube não precisa de lançar um serviço tipo Spotify

5) O Youtube serve para promover mais artistas ligados à música do que o Spotify, o MySpace ou o SoundCloud, entre outros

O fenómeno Justin Bieber, goste-se ou odeie-se, é apenas um exemplo de um artista que deve o seu sucesso ao Youtube. O Youtube é ainda uma das plataformas de eleição para muitos artistas promoverem os seus trabalhos musicais, sem necessariamente terem vídeos produzidos para ilustrar os seus trabalhos.

Qual é o seu leitor de música favorito? Alguma vez utilizou o Youtube com o propósito exclusivo de só ouvir música? Fale-nos disso!

Veja também: Google e The Clash unidos no Youtube em Audio Ammunition, um documentário gratuito produzido pela Google

4,832