NOTA! Este site utiliza cookies e tecnologias similares.

Se não alterar as configurações do seu navegador, está a concordar com a sua utilização.

Compreendo

Samsung e HTC: quando os resultados financeiros contrastam

sexta-feira, 04 outubro, 2013 /
Samsung e HTC: quando os resultados financeiros contrastam

Samsung e HTC: duas fabricantes de smartphones Android cujos resultados financeiros contrastam acentuadamente

O mercado dos smartphones pode ser duro para algumas fabricantes e incrivelmente compensador para outras. No primeiro caso temos a HTC, que reporta perdas em operações na ordem dos 119 milhões de dólares. No segundo, obviamente, permanece a Samsung, que espera gerar lucros na ordem dos 9.4 mil milhões de dólares durante o terceiro trimestre fiscal de 2013, o que poderá constituir um novo recorde para a empresa sul-coreana.

Curiosamente, os resultados também não surpreendem: a Samsung tem vindo a dominar, com forte predominância, o mercado dos smartphones Android. Os recursos que aparentam ser quase ilimitados permitem à empresa apostar fortemente em campanhas de marketing eficazes, tendo contribuído directamente para o sucesso comercial da sua linha de dispositivos Galaxy S.

Samsung e HTC: quando os resultados financeiros contrastam

Um cenário de sonho para a HTC, que se encontra no extremo oposto da moeda: outrora uma empresa de relativo sucesso no mercado norte-americano, a tecnológica do Taiwan foi ultrapassada entretanto por concorrentes como a Motorola (por breves períodos de tempo) e pela Samsung.

Se olharmos para 2012 através da perspectiva das duas empresas, os resultados não poderiam ser mais diferentes: a Samsung gerou lucros na ordem dos 51 mil milhões de dólares contra os 8.5 mil milhões de dólares da HTC.

Samsung e HTC: quando os resultados financeiros contrastam

Os resultados de ambas as empresas levantam certamente questões interessantes: é que o problema da HTC não é, nem parece alguma vez ter sido, a qualidade inegável dos seus aparelhos. O HTC One é um smartphone Android de uma elegância e qualidade únicas, mas ainda assim só vendeu metade das unidades da sua principal concorrente.

Poderia o marketing ser a resposta procurada pela HTC? A empresa certamente acha que sim, e é por esse motivo que resolveu arrancar com uma campanha de mil milhões de dólares que vai envolver, entre outros, Robert Downey Jr - protagonista dos filmes Iron Man - como sendo a nova 'cara' da empresa.

4,299