NOTA! Este site utiliza cookies e tecnologias similares.

Se não alterar as configurações do seu navegador, está a concordar com a sua utilização.

Compreendo

Porque não se deve falar de política no Twitter

quarta-feira, 06 março, 2013 /
Porque não se deve falar de política no Twitter

No Twitter as opiniões geralmente são extremas, negativas e podem não corresponder exactamente à opinião pública.

Os comentários do Twitter em relação a eventos políticos ou sociais podem não representar necessariamente a opinião pública, de acordo com os resultados de um estudo realizado recentemente pelo centro de estudos Pew, que teve em conta oito grandes acontecimentos de 2012 e as suas respectivas reacções na rede social dos 140 caracteres.

Às vezes o Twitter é mais progressista do que a resposta nas urnas, enquanto que noutras ocasiões é mais conservador e, normalmente, destaca-se a negatividade, referem as conclusões do estudo. Um exemplo dessa incongruência foi dado com a reacção à reeleição de Barack Obama: enquanto que num inquérito de opinião 52% dos entrevistados estavam felizes, no Twitter cerca de 77% das opiniões se revelaram positivas.

Porque não se deve falar de política no Twitter

Também por ocasião do primeiro debate presidencial, que opunha Barack Obama a Mitt Romney, 59% dos utilizadores do Twitter davam vantagem a Obama, enquanto que num universo de inquiridos 66% favoreciam Romney. O mesmo estudo conclui que a opinião dos utilizadores do Twitter sobre Romney foi mais negativa do que a opinião pública norte-americana.

Até certo ponto, faz sentido separar a opinião pública online daquela que é a opinião pública 'no terreno', já que as diferenças percentuais entre um cenário e outro foram realmente significativas. O que acham os leitores?  Deixem-nos o vosso feedback!

4,228