NOTA! Este site utiliza cookies e tecnologias similares.

Se não alterar as configurações do seu navegador, está a concordar com a sua utilização.

Compreendo
Yezz junta-se à Google no projecto Ara

Yezz junta-se à Google no projecto Ara

quinta-feira, 12 fevereiro, 2015 /
Yezz junta-se à Google no projecto Ara

A Google convidou a fabricante de smartphones a fabricar módulos para o projecto Ara.


O projecto Ara da Google consiste numa massiva revolução do mundo das telecomunicações. Como?

Imagina um mundo onde tens um smartphone de gama média, com uma câmara razoável e um processador mediano. Começas a ter muito trabalho e confias no teu telemóvel para guardar infomações importantes, consultar e enviar múltiplos emails, ao mesmo tempo que nas horas vagas te começas a interessar por fotografia e pretendes começar a tirar fotos com uma qualidade superior, sem quereres gastar dinheiro num máquina profissional. 

A opção mais lógica a fazer será comprar um smartphone melhor, certo?

Errado.

O projecto Ara da Google tem como objectivo fabricar smartphones em que as componentes possam ser mudadas individualmente, sem a necessidade de adquirir um dispositivo novo. Os dispositivos respeitantes ao projecto são conhecidos como “telemóveis modulares”.

E será já a partir deste ano que o projecto Ara começará a dar frutos.

Depois da Google ter convidado a fabricante Yezz Mobile a juntar-se ao projecto, será já no decorrer da MWC (Mobile World Congress) que a empresa irá apresentar os primeiros módulos produzidos. Existe até, um site dedicado exclusivamente a esta recente parceria.

AraYezzThumbNail


A explicação pela qual a Google contactou a Yezz é dada pelo co-fundador da empresa, Luis Sosa:

 

A Google aproximou-se de nós principalmente porque a Yezz tem vindo a crescer não apenas na América Latina, mas também nos Estados Unidos e na Europa. Mas há mais: a Yezz é um produto para as massas, e é isso mesmo que a Google pretende com o projecto Ara… Eu acredito que os telemóveis modulares irão transformar a indústria dos smartphones das mesma maneira que as aplicações transformaram o mundo dos smartphones”.

Ainda de acordo com Sosa, a empresa já fabricou cerca de 100 protótipos de módulos diferentes em fábricas localizadas nos Estados Unidos e na China.

Este será um dos eventos mais aguardados no decorrer da MWC, dada a dimensão do impacto que esta nova tecnologia poderá eventualmente causar no universo mobile


2,858