NOTA! Este site utiliza cookies e tecnologias similares.

Se não alterar as configurações do seu navegador, está a concordar com a sua utilização.

Compreendo
Vodafone a triplicar

Vodafone a triplicar

sexta-feira, 28 dezembro, 2001 /
Vodafone a triplicar Especial SMS de Natal. A Vodafone viu triplicar em Portugal o número de SMS enviadas no dia de Natal. Provocando mesmo alguns momentos de sobrecarga de rede. Segundo informações recolhidas pelo Telemoveis.com junto de responsáveis da Vodafone, a troca de SMS"s na noite de Natal foi, de facto, fora do normal. Conforme explicou Luísa Pestana, da referida operadora, o volume considerado normal não ultrapassa as duas milhões de mensagens diárias. Assim, e uma vez que o valor triplicou, só a Vodafone foi responsável por cerca de 6 milhões de SMS na véspera de Natal.

Apesar dos critérios de medição do número de mensagens poder variar entre as três operadoras, a Vodafone apenas contabiliza as SMS puras (mensagens escritas), trocadas entre os seus clientes, quer dentro da própria rede (originadas) e os restantes utilizadores da concorrência. Não estão incluídos os avisos de mensagem na caixa de voz e as confirmações de recepção das SMS enviadas (uma possibilidade interessante disponibilizada pela Vodafone).

Em relação ao Ano Novo, dia, por excelência, em que todos querem desejar boas entradas a amigos e família, a Vodafone prevê um novo aumento significativo de SMS. E estimam que esse aumento se comece a notar mais a partir das 21h30 do dia 31 de Dezembro, prolongando-se até às 2 da manhã do dia1 de Janeiro. Apesar de não ter especificado as medidas especiais adoptadas para dar suporte a um novo tráfego anormal de comunicações, a mesma responsável da Vodafone não se mostrou muito preocupada com nova sobrecarga do sistema.

"A Vodafone tem a sua rede perfeitamente dimensionada para as exigências dos nossos clientes. É natural que, em alturas como esta, o sistema tenha períodos muito restritos de um relativo atraso, mas nada que se possa considerar problemático", explicou Luísa Pestana.

Assim, a gestão do envio das SMS para o Ano Novo terá que ser feita pelos próprios clientes. Se não quiser arriscar, terá que enviar as suas mensagens fora do período crítico, considerado pela própria Vodafone. Se for persistente e não se importar de passar os últimos momentos de 2001 a tentar enviar mensagens escritas, esteja à vontade.

PF

3,516