NOTA! Este site utiliza cookies e tecnologias similares.

Se não alterar as configurações do seu navegador, está a concordar com a sua utilização.

Compreendo
Vivo com prejuízo de 40 ME

Vivo com prejuízo de 40 ME

quinta, 21 fevereiro, 2008 /
Empresa brasileira detida pela PT Contribuíram para o resultado as despesas financeiras de 664,7 milhões de reais (265,9 milhões de euros) e os aumentos das despesas gerais de manutenção e dos custos de mercadorias vendidas.

No último trimestre do ano passado, aquele operador móvel brasileiro detido pela PT e pela Telefónica teve um lucro de 28,3 milhões de reais (11,32 milhões de euros).

Nos três últimos meses de 2006, a empresa tinha registado um lucro de 885,6 milhões de reais (354,2 milhões de euros), resultado de um crédito fiscal.

A Vivo encerrou o ano de 2007 com 33,48 milhões de utilizadores, um aumento de 15,3% em relação a 2006, sendo 2,16 milhões de utilizadores apenas no último trimestre do ano passado.

As receitas totais ascenderam a 17,6 mil milhões de reais (7,04 mil milhões de euros), no ano passado, um aumento de 14,2% em relação ao resultado de 2006.

Entre os destaques de 2007, está a possibilidade de operar em todo o território brasileiro, depois da aquisição da Telemig Celular e de licenças em seis Estados da região Nordeste, disse o presidente da empresa, Roberto Lima.
3,085