NOTA! Este site utiliza cookies e tecnologias similares.

Se não alterar as configurações do seu navegador, está a concordar com a sua utilização.

Compreendo
Usar o smartphone para pagar compras

Usar o smartphone para pagar compras

quarta-feira, 14 maio, 2014 /
Usar o smartphone para pagar compras

Os Europeus querem ser poder pagar compras nas lojas através do smartphone, entre outras operações

Usar o smartphone para pagar compras

Consumidores na Europa - Entre Outubro e Novembro de 2013 o Observador Cetelem realizou um inquérito a mais de 8 mil consumidores europeus de 12 estados-membros (incluindo Portugal). Nesse estudo, o Observador Cetelem focou-se nas principais operações que os consumidores desses países desejariam poder realizar com os seus smartphones em espaços físicos, incluindo a realização de pagamentos e pesquisa de informações sobre produtos.

Nas Lojas - A maioria (73%) dos consumidores europeus deseja poder comparar os preços de uma loja com os da concorrência, de acordo com as conclusões do estudo. Mais de metade (60%) também quer ser capaz de digitalizar codigos de barras/QR e aceder, na hora, a informações sobre os produtos que pretendem adquirir.

Um pouco menos significativa mas ainda assim bastante expressiva, é a percentagem de consumidores que desejam poder pagar as suas compras através dos seus smartphones, sem terem que passar pela caixa: 53%. Estes dados integram o Barómetro Europeu 2014, que analisou a integração da internet em lojas fisicas.


Mais Telemoveis.com

Como bloquear contactos no WhatsApp
Como transferir música do iTunes para o Android
Como mudar de conta Google no Android
Como gravar chamadas no Android?


Comparar valores - Já existem diversas ferramentas online que permitem aos seus utilizadores comparar os preços de produtos por entre as lojas onde se encontram disponiveis. Segundo avançou o Observador Cetelem, cerca de 41% dos consumidores europeus inquiridos admitem recorrer a comparadores de preços antes de realizarem uma nova aquisição, ao passo que 32% não o fazem.

Informação de produto - No futuro, o acesso imediato a todas as informações sobre um produto podera ser uma das características mais valorizadas dentro de uma loja fisica. Contudo, e apesar de actualmente os codigos QR já permitirem aceder a informações sobre um determinado produto ou serviço, só 15% dos inquiridos é que digitalizam estes códigos com os seus smartphones. Em contraste, 37% admitem não o fazer, ainda que admitam que esta é uma aplicação útil.

Opinião e Feedback - Além das informações sobre um produto, os consumidores tambem valorizam o feedback que os seus utilizadores oferecem acerca da experiência que estao prestes a adquirir - 49% manifestaram-se interessados em receber opiniões sobre artigos nas redes sociais, ao passo que 44% tambem se deixariam fotografar com um produto para recolher feedback directamente da sua rede de contactos mais próxima.

"As aplicações digitais mais votadas são, antes de mais, uma resposta às necessidades básicas e práticas, tanto em termos de informação de preços e de produto, como em termos de conforto e ganho de tempo proporcionados ao consumidor no seu percurso de compra", afirma Diogo Lopes Pereira, director de marketing do Cetelem.

2,548