NOTA! Este site utiliza cookies e tecnologias similares.

Se não alterar as configurações do seu navegador, está a concordar com a sua utilização.

Compreendo
Um futuro sem rede

Um futuro sem rede

terça-feira, 04 dezembro, 2001 /
A Microsoft e Sun Microsystems estão a desenvolver aplicações para redes wireless e plataformas móveis. Quem deu o pontapé de saída foi a finlandesa Nokia. Aliás, o anúncio na sua aposta em software wireless e bluetooth, na feira de Las Vegas, a CadCom, fez despertar o interesse dos parceiros mais crentes e atentos ao fenómeno das redes sem fios. A Microsoft e a Sun Microsystems não perderam tempo.

À semelhança do que a Microsoft fez com o seu Windows para PDA´s e Handhelds, agora chegou a vez dos telemóveis se afirmarem definitivamente como armas completas de comunicação. Houve quem duvidasse das incertezas do próprio mercado, onde não tardaram em surgir telemóveis equipados com agendas electrónicas avançadas - o seu expoente máximo no Communicator da Nokia - ou PDA´s com funções de comunicação móvel.

Tanto o Windows XP Embedded OS, da Microsoft, como o projecto Jxta da Sun, têm como objectivo promover as aplicações para plataformas móveis, iniciativa de arquitectura aberta pela Nokia na última feira de Las Vegas.

A Java 2 Micro edition OS, aplicação desenvolvida pela Sun, irá assentar em tecnologia peer-to-peer, do nosso velho conhecido Napster, o pioneiro desta técnica. A princípio, estava direccionada exclusivamente para micro-dispositivos, mas cedo os responsáveis da Sun se aperceberam do potencial do produto e alargaram o seu uso, por exemplo, a servidores.

Não há dúvida que a posição de líder de mercado da Nokia permite-lhe, inclusivamente, marcar tendências tecnológicas. E não são empresas de médio alcance que decidem apostar neste segmento de mercado. Estamos a falar na Microsoft e na Sun Microsystems, dois pesos pesados da economia americana.

3,415