NOTA! Este site utiliza cookies e tecnologias similares.

Se não alterar as configurações do seu navegador, está a concordar com a sua utilização.

Compreendo
Tablet Android da Nokia esgota na chegada à China

Tablet Android da Nokia esgota na chegada à China

sexta-feira, 09 janeiro, 2015 /
Tablet Android da Nokia esgota na chegada à China

A Nokia conseguiu vender 20 mil unidades do tablet Nokia N1 nos primeiros 4 minutos após a sua disponibilização na China


Aparentemente alguém está a ter um bom início de ano. Refiro-me, claro está, à Nokia.

Depois de ter anunciado o seu próprio tablet Android em Novembro do ano passado, o entusiasmo em relação a esta mesma combinação de palavras (Nokia + Android) parece ter sido suficiente para a empresa finlandesa voltar às bocas do universo tecnológico. Os chineses que o digam.

A China foi o primeiro mercado a receber o Nokia N1. Se o leitor não estiver a par daquilo a que me estou a referir, permita-me uma breve contextualização em relação às suas características técnicas:


• Android 5.0 Lollipop
• Ecrã IPS de 7,9 polegadas (2048 x 1536)
• Processador Intel com 2,3 GHz (64-bit)
• 2 GB de RAM
• 8 MP + 5 MP


Além do design finlandês que sempre caracterizou os aparelhos da Nokia (que, admito, é comparável ao do iPad mini), o Nokia N1 custa 260 dólares naquele mercado.

Todos estes elementos, parece, resultaram numa média de 5 mil unidades vendidas por minuto, até ao esgotamento total do stock que a empresa tinha disponibilizado para aquele mercado.

Convenhamos: 20 mil unidades não é um número impressionante, mas é uma média fantástica para tão pouco tempo. Além de que sugere que a própria Nokia desconhecia qual seria a recepção que o mercado iria ter ao seu tablet Android, tendo optado por ser cautelosa.

Agora só a partir do dia 15 de Janeiro é que os consumidores chineses vão ter novamente oportunidade de meterem as mãos num exemplar do Nokia N1. Será este um bom augúrio para a empresa?


3,252