NOTA! Este site utiliza cookies e tecnologias similares.

Se não alterar as configurações do seu navegador, está a concordar com a sua utilização.

Compreendo
Sony: Walkman vai deixar de ser comercializado no Japão

Sony: Walkman vai deixar de ser comercializado no Japão

terça-feira, 26 outubro, 2010 /
Aparelho de enorme sucesso, principalmente na década de 1980, vai deixar de ser vendido no Japão assim que o stock acabar. Partilhar

Sony: Walkman vai deixar de ser comercializado no Japão

A Sony anunciou na semana passada que vai deixar de comercializar walkmans, os tradicionais leitores de cassetes, no Japão. No entanto, e de acordo com um porta-voz da gigante japonesa, os aparelhos vão continuar a ser vendidos noutros países e a marca vai continuar a existir, embora noutros formatos.

Considerado o produto do século pela companhia nipónica, o leitor de cassete magnética é hoje um objecto ultrapassado, mas que abriu caminho para a actual realidade tecnológica que vivemos. A própria marca Walkman adaptou-se e expandiu-se para leitores de CD, de mini-discs ou mesmo de MP3. Contudo, a sua implementação não foi sempre bem aceite. Os auscultadores, imagem para sempre associada ao dispositivo, eram considerados inestéticos e um entrave para a sua utilização. Para anos mais tarde se tornarem num objecto da moda.

O primeiro walkman chegou às lojas dia 1 de Julho de 1979, no Japão. Três décadas depois, já foram vendidos mais de 220 mil milhões de aparelhos em todo o mundo.

Hoje em dia muitas das gerações recentes nunca tiveram contacto com um Walkman. A BBC realizou uma experiência em que pediu a um adolescente de 13 anos para utilizar um, em vez do comum iPod. Só após três dias o jovem descobriu que a cassete tinha dois lados.


Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. - Telemoveis.com

*** Este texto NÃO foi escrito de acordo com o novo Acordo Ortográfico***

Telemoveis.com on Facebook
Siga-nos no Twitter!
2,833