NOTA! Este site utiliza cookies e tecnologias similares.

Se não alterar as configurações do seu navegador, está a concordar com a sua utilização.

Compreendo
Reino Unido: telemóvel substitui televisão como "o ecrã mais importante"

Reino Unido: telemóvel substitui televisão como "o ecrã mais importante"

sexta-feira, 08 novembro, 2013 /
Reino Unido: telemóvel substitui televisão como "o ecrã mais importante"

De acordo com um inquérito realizado no Reino Unido a dois mil adultos, o consumo de conteúdos no telemóvel e no computador já é prioritário face à televisão

Alguma vez se perguntou qual é o ecrã mais importante da sua vida? Aparentemente no Reino Unido já, e as conclusões não podiam ter sido mais interessantes. Segundo um estudo conduzido pela Weve, aproximadamente metade de todos os utilizadores entre os 18 e os 34 anos considera os dispositivos móveis como os seus ecrãs prioritários.

O que são boas notícias para os smartphones e os tablets, são sem dúvida alguma más notícias para a televisão, embora a popularidade do segmento mobile sirva para justificar a sua cada vez maior afirmação enquanto concorrentes dos meios de comunicação convencionais.

Veja também: Sony quer carregar telemóveis em apenas uma hora, sem fios

Reino Unido: telemóvel substitui televisão como "o ecrã mais importante"

Veja também: Que marcas de telemóveis usam os principais líderes mundiais?

"Baseados num inquérito nacional de 2 mil adultos entre os 18 e os 55 anos, o estudo demonstrou conclusivamente a ascensão rápida dos dispositivos móveis para o estatuto de "primeiro ecrã", especialmente na muito procurada camada demográfica 18-34", afirma o estudo.

Outros dados interessantes que o estudo enumerou acerca dos utilizadores do Reino Unido: 40% consideram o PC como o ecrã mais importante, especialmente em contexto profissional, mas 28% afirmaram que os seus dispositivos móveis são os seus ecrãs prioritários, à frente da televisão (que obteve 27%). Por outro lado, mais de um quarto dos consumidores inquiridos admitiram que os seus dispositivos móveis são a sua primeira opção na hora de interagir com conteúdo online, uma tendência especialmente acentuada na faixa etária dos 18 aos 34 anos (que é de 45%).

2,984