NOTA! Este site utiliza cookies e tecnologias similares.

Se não alterar as configurações do seu navegador, está a concordar com a sua utilização.

Compreendo
Pagamentos Móveis disparam com a aceitação de novos métodos de pagamento por parte dos Europeus

Pagamentos Móveis disparam com a aceitação de novos métodos de pagamento por parte dos Europeus

quinta, 13 outubro, 2016 /
Pagamentos Móveis disparam com a aceitação de novos métodos de pagamento por parte dos Europeus

O número de Europeus que utiliza regularmente um dispositivo móvel para pagamentos triplicou desde 2015 (54% vs 18%).

 

*Está a ler um comunicado de imprensa (Imagem: Pagamento.me)

De acordo com o estudo Digital Payments 2016 da Visa, o número de consumidores que utiliza regularmente um dispositivo móvel - seja um smartphone, tablet ou wearable - para efetuar pagamentos triplicou no ano passado. Atualmente, 54% dos consumidores inquiridos utilizam regularmente um dispositivo móvel para realizar pagamentos em diversas situações, comparativamente aos 18% questionados sobre o recurso a pagamentos móveis para a compra de bens e serviços do dia-a-dia, aquando da realização desta mesma pesquisa no ano passado.

O estudo, que inquiriu mais de 36.000 consumidores online em 19 países europeus, revela como a adoção de pagamentos digitais por parte do consumidor mudou dramaticamente nos últimos 12 meses. Há um ano, 38% das pessoas inquiridas afirmaram nunca ter usado um dispositivo móvel para fazer pagamentos, não tendo inclusive planos de o fazer. Hoje em dia, esse número desceu para 12%.

 

Quem são e o que estão a comprar?

 

Ao olhar para os dez países onde os pagamentos móveis são mais predominantes, estes dividem-se em duas categorias: mercados em desenvolvimento, como a Turquia e a Roménia, que foram ultrapassando os métodos de pagamento tradicionais adotando com maior rapidez as novas tecnologias; e os mercados desenvolvidos - particularmente os nórdicos - que estão a evoluir para a adoção de novas tecnologias a ritmos distintos.

 

Pagamentos Móveis Visa

 

 

Curiosamente, os utilizadores de pagamentos móveis afirmam encontrar-se igualmente à vontade tanto na realização de compras mais dispendiosas, assim como nos pagamentos do quotidiano através de dispositivos móveis.

 

Mobile Banking em ascensão

 

O estudo revela também que a atividade de mobile banking está a aumentar em todos os grupos etários. Pela primeira vez, mais de metade dos entrevistados Europeus, em todas as faixas etárias, utilizam este tipo de serviços.

Enquanto os millennials continuam como a categoria que mais utiliza estes serviços, outros grupos etários aproximam-se rapidamente. Com uma taxa de crescimento de 33%, a maior taxa de crescimento encontra-se na faixa etária dos 55-64, enquanto os millennials (18-34) apresentam uma taxa de crescimento de 24%.

 

Pagamentos Móveis Visa

 

 

Por toda a Europa, o número de inquiridos que utiliza os serviços de mobile banking contribui para que cada vez mais pessoas mantenham o controlo dos seus gastos e das suas responsabilidades financeiras - dois quintos (41%) afirmam verificar regularmente o seu saldo online ou através de uma aplicação bancária.

Sérgio Botelho, Country Manager da Visa em Portugal, afirma:

 “Estes dados constituem a confirmação de que o futuro dos pagamentos digitais chegou, com os consumidores na Europa a abraçar uma variedade de novas formas de pagamento. A Visa encara os smartphones e wearables como o início de uma tendência amplificada, com milhões de novos dispositivos conectados tornando mais simples, segura e protegida a integração de transações comerciais diárias em praticamente qualquer tecnologia.”

“Na Europa, testemunhámos recentemente o lançamento do Apple Pay no Reino Unido, França e Suíça. O Samsung Pay foi lançado em Espanha e o Android Pay no Reino Unido. Também temos assistido a uma nova era de pagamentos wearable: smartwatches, pulseiras e até mesmo roupas. É claro que esta tendência irá continuar a acelerar, permitindo aos consumidores escolher o dispositivo conectado que se encaixa com o seu estilo de vida.”

 

Correlação com os  pagamentos contactless

 

Este aumento da interação com os pagamentos digitais coincide com uma maior adoção da tecnologia Contactless. O estudo indica que, em todos os grupos etários, os pagamentos Contactless são agora norma. À escala europeia, os utilizadores Contactless também são consistentemente mais abertos à adoção de novos métodos de pagamento do que aqueles que não utilizam cartões Contactless.

O estudo destaca a correlação entre a utilização de cartões Contactless e novos métodos de pagamento, revelando que os utilizadores de cartão Contactless têm maior interesse em usar um dispositivo móvel como método de pagamento numa loja (52% - utilizador de cartão Contactless vs 32% - utilizador de cartão não-Contactless), em compras através de um aplicativo do retalhista (49% vs 31%) ou em usar um dispositivo móvel para o pagamento de uma refeição (50% vs 30%).

 

Sérgio Botelho, Country Manager da Visa em Portugal, continua:

“A aceitação de cartões Contactless produziu um impacto significativo sobre a normalização dos pagamentos digitais nas mentes dos consumidores, independentemente da idade. A quase omnipresença do uso do cartão Contactless tem vindo a promover gradualmente o envolvimento de todos com novos métodos de pagamento, incluindo o mobile banking.”

“O compromisso da Visa com a inovação constante permite a cada vez mais pessoas efetuar pagamentos seguros e convenientes onde quiserem e em qualquer dispositivo escolhido, independentemente do tempo, lugar ou canal.”

1,279

Autores

Telemoveis.com

Como recuperar um telemóvel que caiu na água?

Por Telemoveis.com | 13 setembro 2018

Colaborações

MindShaker

O que deve saber sobre desbloquear telemóveis?

Por MindShaker | 17 julho 2018

THERENT.ZONE

HTC Vive vs Oculus Rift: qual o melhor equipamento de realidade virtual?

Por THERENT.ZONE | 21 março 2018

eMenuk

Sistema de Menu Digital Para Restaurantes

Por eMenuk | 15 março 2017

Surf Map Portugal

Tecnologia no Surf

Por Surf Map Portugal | 07 março 2017

Colunistas

Lauro Lopes

Como fazer captura de ecrã no Android?

Por Lauro Lopes | 08 agosto 2018

close