NOTA! Este site utiliza cookies e tecnologias similares.

Se não alterar as configurações do seu navegador, está a concordar com a sua utilização.

Compreendo
Nokia. Sem a Microsoft, o que a impede de apostar no Android?

Nokia. Sem a Microsoft, o que a impede de apostar no Android?

quarta-feira, 06 agosto, 2014 /
Nokia. Sem a Microsoft, o que a impede de apostar no Android?

A adopção do Android por parte da Nokia voltou a ser considerada uma possibilidade com a recente abertura de vagas de emprego na empresa

Nokia. Sem a Microsoft, o que a impede de apostar no Android?

Onde pára a Nokia? Depois da última reestruturação significativa da empresa finlandesa, que implicou a transição da divisão de serviços & dispositivos (leia-se: a divisão responsável pelos telemóveis e smartphones da empresa) tem cabido à Microsoft a responsabilidade de lançar novos smartphones da Nokia no mercado.

De facto, é provável que continuemos a ver a marca finlandesa presente em novos lançamentos durante os próximos tempos - uma marca que não passa de um nome emprestado à Microsoft para valorizar os aparelhos que agora pertencem à empresa norte-americana. Tendo em vista este cenário, futuro da Nokia parecia nunca mais implicar uma presença activa dentro deste mercado.

Se é fã ou conhecedor do percurso da empresa neste mercado, certamente já se terá cruzado anteriormente com rumores que davam conta da intenção da empresa em lançar um smartphone Android. O mais próximo que este rumor esteve de alguma vez se tornar real foi com o lançamento da linha Nokia X, que esteve longe de corresponder às expectativas da empresa e dos fãs da marca e foi, entretanto, encerrada pelo novo CEO da Microsoft.

Mas a Nokia continua a operar, e agora que se livrou do fantasma da Microsoft - a Nokia continua a deter direitos de utilização da sua marca, tendo apenas cedido a "imagem" à Microsoft -, novos rumores voltaram a surgir online após a empresa ter disponibilizado novas vagas de emprego para engenheiros e designers, mais especificamente para um engenheiro com experiência em fotografia mobile e no desenvolvimento de drivers para câmaras Android.

As vagas (algumas das quais já foram entretanto preenchidas) procuram candidatos para integrarem a equipa responsável pelo Nokia Z, um 'launcher' para Android que ganhou popularidade após a venda da divisão de serviços & telemóveis à Microsoft.

As especulações, como seria de esperar, deram origem aos rumores de que a Nokia poderá estar a considerar um regresso em grande ao mercado dos smartphones - livre da Microsoft, da influência do ex-CEO Stephen Elop (que agora lidera a divisão vendida pela Nokia na Microsoft) e do Windows Phone. A plataforma que a 'nova' empresa está a considerar? O Android da Google.

As informações, contudo, não passam de rumores. Pelo menos por enquanto, as probabilidades parecem sugerir que a maior aposta da empresa está relacionada com o acréscimo de novas funcionalidades ao Nokia Z. Mas o futuro sem a Microsoft é ainda incerto, e nada impede que a empresa finlandesa opte por um caminho que se pensa que lhe teria garantido um destino diferente do actual.

3,542