NOTA! Este site utiliza cookies e tecnologias similares.

Se não alterar as configurações do seu navegador, está a concordar com a sua utilização.

Compreendo
Nokia e Orange Investem nos Pagamentos Mobile

Nokia e Orange Investem nos Pagamentos Mobile

quinta-feira, 26 março, 2009 /
As empresas de comunicação móvel e os gigantes bancários estão a apostar no desenvolvimento conjunto de novas tecnologias que vão revolucionar o modo como as pessoas pagam na rua e na Web. Comprovados estão os milhões de utilizadores prontos a beneficiar do pagamento mobile. A aposta no lançamento de novos produtos e serviços vai permitir a todas as pessoas utilizar o telemóvel para efectuar pagamentos e melhor controlar as suas finanças. Empresas com a Nokia e a Orange estão a antecipar-se à nova tendência do futuro e estão a fazer investimentos na área dos novos pagamentos via mobile que vai ser o grande boom dos próximos tempos e o modo preferido para fazer as compras. A Nokia acaba de anunciar a compra de uma parte da Obopay, uma start-up norte-americana que desenvolve tecnologia para pagamentos através de telemóvel. O investimento pretende que os telemóveis passem a funcionar como cartão de crédito e efectuar pagamentos via Obopay. A chegada da Nokia pode ser um importante passo para que a Obopay possa melhor enfrentar a concorrência, como da eBay PayPal Mobile e outros disponibilizados pelo Visa e o Mastercard. A aposta da Nokia vai principalmente para os mercados emergentes onde viu as grandes potencialidades do mercado de mobile payment. A fabricante de telemóveis lançou um aparelho que utiliza tecnologia near-field communication (NFC) para que utilizadores possam usar o telemóvel para fazer pagamentos. Mas como a NFC não está a pleno, o canal utilizado tem sido o serviço Obopay . Por sua vez, a Orange, uma das empresas mais cotadas nas soluções mobile, anunciou recentemente uma parceria estratégica com o Barclaycard para tornar o processo de fazer compras mais conveniente, simples e rápido. Os clientes vão poder utilizar os seus telemóveis para pagar junto das lojas. Usando a nova tecnologia, basta simplesmente abanar o telemóvel contra um cartão leitor/receptor para fazer as compras, esclarece a Orange que vai para além dos textos ou conversação no contacto com o cliente (os pagamentos wireless são efectuados via Mastercard). Tom Alexander, CEO da Orange UK, adianta: "Hoje paga-se tudo com dinheiro ou cartão de crédito. Amanhã, qualquer pessoa pode utilizar o seu telemóvel para comprar tudo o que deseja estando na rua a fazer compras. Estes são os serviços que irão mudar para melhor a nossa forma de viver e de trabalhar, e que estão a fazer evoluir a forma como as pessoas interagem e as empresas servem" Facto é que nos próximos anos o mobile banking vai ser transformado num grande negócio, com movimentos de grande capital com novas operações. A Nokia e a Orange querem estar por dentro e no centro disso e estão a apostar em mais serviços de modo a disponibilizar resultados mais criativos e dinâmicos no quotidiano dos utilizadores de telemóveis. Nos próximos tempos, todas as pessoas vão começar a ver os benefícios e as novas oportunidades do pagamento mobile. Resta apontar que a indústria móvel continua em franca expansão, as empresas estão a analisar novas formas para prestarem serviços aos seus clientes pela aposta na criação de soluções à medida do consumidor de modo a conquistar um lugar na vanguarda da comunicação. Esta é a maior revolução na história dos pagamentos desde que os cartões de plástico apareceram. De acordo, com a empresa de pesquisas Berg Insight, prevê-se que o número de pessoas utilizadoras de serviços financeiros via telemóvel cresça em média 89 por cento ao ano, de 20 milhões no ano passado para 913 milhões em 2014.
2,700